quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Respeitável público...

Clique na imagem para ampliar
Como eu havia previsto na postagem anterior, o jogo de ontem foi um espetáculo. Pena que circense. E a grande estrela da companhia foi o palhaço Borges.

O Tricolor havia feito um bom primeiro tempo e poderia até estar vencendo o jogo mas ao final do primeiro tempo, o resultado de 1 X 1 não era de todo ruim. Após o intervalo, o Grêmio voltou marcando mais forte e passou a pressionar o São Paulo em seu campo de onde não conseguia sair a não ser com os tradicionais chutões (será que um dia teremos algum armador no time que saiba fazer a transição entre defesa e ataque?). Embora o time gaúcho tivesse maior posse de bola, não criava grandes chances de gol e até que estava dando para segurar. Mas, como a vitória realmente parecia ser possível, Ricardo Gomes trocou Washington por Borges e Jorge Wagner por Marlos. Estas alterações iriam tornar o time bastante agressivo, mas sabe como é: palhaço gosta de aparecer e Borges resolveu dar seu showzinho tomando seu segundo cartão amarelo no jogo ao dar um pontapé totalmente desnecessário em Túlio e foi expulso com justiça. A partir daí o Tricolor perdeu totalmente o controle emocional e foi uma festa! Dagoberto, em outro lance imbecil, desculpem mas não há outra palavra para descrever sua atitude, tomou o vermelho direto (é incrível como esse cara toma cartões). Bom, como desgraça pouca é bobagem, Jean também recebeu o segundo amarelo de deixou o São Paulo com oito jogadores em campo. A partir daí o jeito foi enrolar e torcer para o jogo acabar.

Saldo da partida: no início achei que dava para ganhar o jogo. Depois, ao sairmos atrás no placar, passei a considerar o empate um bom resultado. Com três jogadores a menos, pulei do sofá quando o árbitro encerrou a partida.

Agora é estudar como montar o time para o jogo contra o Vitória no Morumbi pois teremos vários desfalques...

Nenhum comentário:

Postar um comentário