quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Um já foi





Lucas Piazon obteve ontem, terça-feira, decisão judicial que impede que o São Paulo a partir de hoje, quanto o atleta completa 16 anos, registre seu contrato profissional junto à Federação Paulista e à CBF. Segundo a juíza responsável pelo caso a legislação em questão proíbe a prática profissional do esporte por jovens com menos de 16 anos.

Segundo o site da Placar, que teve acesso ao contatro, o jogador ao completar 16 anos receberia R$ 1,2 milhões de luvas e R$ 3 mil mensais no primeiro ano. O salário aumentaria para R$ 4 mil em 2011, e R$ 5 mil no último ano. A multa rescisória para o exterior, seria de € 20 milhões.

A nota oficial emitida pelo São Paulo na noite de ontem faz referencia apenas aos casos de Oscar e Diogo, nela, o clube comunica que assim como Oscar, o lateral terá que retornar a suas atividades profissionais. Não há na nota nenhuma referencia à situação de Lucas Piazon.

2 comentários:

Xandão disse...

Guedex.... é isso ai memo... decretaram o fim da formação de jogadores!!!! Quem vai querer investir tempo e dinheiro em alguem pra depois ele virar as costas e falar: FUI!????

Se não se mobilizarem por uma lei que modifique a vigente tenho certeza que as categorias de base vão se extinguir pois ninguem quer ser otário em jogar dinheiro fora!!

UMA VERGONHA!!!!!

GuedeX disse...

É a lei Pelé! E pensar que ele pediu para "cuidarmos das criancinhas" e agora elas estão mandando a gente "catar coquinho", pra não não dizer outra coisa.

Essa molecada é marionete nas mãos de empresários

Postar um comentário