sábado, 27 de março de 2010

No escuro


Reprodução: saopaulofc.net

São Paulo FC adere novamente à Hora do Planeta
Pelo segundo ano consecutivo, o clube promoverá a ação global e "apagará" seu site oficial das 20h30 às 21h30 deste sábado, em apoio à campanha da WWF
Comunicação - 26/3/2010

No próximo sábado (27), o São Paulo FC "apagará" seu site oficial por uma hora, a partir das 20h30 (horário de Brasília), como apoio, pelo segundo ano consecutivo, à campanha nacional da WWF (World Wildlife Fund) contra o aquecimento global.

Será um ato simbólico, realizado simultaneamente em diversas cidades do Brasil e do mundo, promovendo a conscientização popular sobre a questão.

"Em 2009 apagamos também as luzes do Morumbi, mas neste ano não haverá jogo. Resolvemos então usar novamente o site oficial, que é o nosso maior canal de comunicação com os são-paulinos do mundo todo, para promover a idéia", diz Rogê David, diretor de comunicação do São Paulo FC.

Além disso, uma camisa oficial alusiva à campanha, com o número 60 nas costas, será sorteada entre os Sócios Torcedores do clube.

Sobre a campanha:
De moradias simples a grandes monumentos mundiais, as luzes serão apagadas por uma hora. No Brasil, de norte a sul, governos, empresas, organizações e pessoas físicas vão se unir para demonstrar a preocupação com o aquecimento global e a conservação de ecossistemas terrestres e aquáticos. O país é, atualmente, o quarto maior emissor de carbono do mundo. Deste total, cerca de 75% são causados pelo desmatamento, principalmente na Amazônia e cerrado.

Quem quiser aderir à Hora do Planeta basta se cadastrar no site (www.horadoplaneta.org.br) e, no sábado (27), apagar as luzes entre 20h30 e 21h30.

A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram.

No ano passado, quando o Brasil participou pela primeira vez, o movimento superou todas as expectativas. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades de 88 países apagaram as luzes. Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Estádio do Morumbi, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Além disso, artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário