quarta-feira, 23 de junho de 2010

Situação de Arouca pode ir parar na justiça

A possível contratação em definitivo do volante Arouca por parte do Santos junto ao São Paulo tem tudo para se tornar uma novela e pode acabar nos tribunais.

O advogado do Santos, João Vicente Gazolla, declarou que os direitos econômicos do volante estão divididos entre São Paulo (40%), MFD Investimentos Esportivos (40%), e jogador (20%), e garantiu que o Peixe tem a preferência para adquirir 60% dos direitos econômicos do atleta, por 3 milhões de euros (cerca de R$ 6,5 milhões), até o fim de agosto. Esta porcentagem corresponde à soma dos montantes dos investidores e do atleta.

“Existe a preferência, mas não é com o São Paulo. É a parte do Arouca mais a do investidor, por 3 milhões de euros. O que me tranquiliza é que o São Paulo concordou com isso e renunciou o direito de preferência desses 60%, o que significa que repassou esse direito ao Santos, até o fim de agosto. Estamos respaldados contratualmente” - explicou.

“Caso haja uma proposta alta do exterior, nós pagamos três milhões de euros e recebemos 60% do valor pago por esse suposto time” - complementou o advogado santista.

Segundo o LANCE!NET, há ainda uma outra cláusula em que caso o Alvinegro não exerça a preferência pela compra dos 60% acordados em contrato, o clube tem direito a 20% de uma futura transação de Arouca para outra equipe.

Até onde eu sei, mesmo que o Santos adquira os direitos econômicos do jogador, o São Paulo não é obrigado a ceder os direitos federativos, uma vez que o atleta tem contrato até o início de 2014. E é aí onde a coisa pode se arrastar.

Realmente a bruxa esta solta lá para os lados do Morumbi...

Nenhum comentário:

Postar um comentário