quarta-feira, 27 de outubro de 2010

FPF aumenta vagas na fase final do Paulista 2011

Reprodução: GAZETAESPORTIVA.net

Paulistão-2011 é lançado com novidades na fórmula e na arbitragem

A Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou, nesta terça-feira, todas as informações sobre o Campeonato Paulista de 2011. A grande novidade foi a implantação de uma nova fórmula de disputa. Na próxima temporada, oito clubes se classificarão para a segunda fase.
Nas últimas edições do Paulistão, apenas quatro clubes passavam de etapa, disputando duas partidas de semifinais e, em seguida, duas de final. Na temporada 2011, oito clubes irão para o mata-mata, com disputa de quartas de finais e semifinais, ambas em jogos únicos, na casa do time com melhor campanha. Em caso de empate nestas fases, haverá disputa por pênaltis.
A final ainda será disputada em duas partidas, com o time com melhor campanha na primeira fase disputando o jogo decisivo em casa. Em caso de resultados equivalentes nas duas partidas, a decisão será nas cobranças de pênaltis.
Para o diretor de futebol do Palmeiras, Wlademir Pescarmona, o sistema será bom para as equipes. "Vai dar mais motivação. Acredito, também, em mais renda nos jogos", comentou, em entrevista à GE.Net.
"Eu gosto do sistema de mata-mata. Claro que o mais justo seria pontos corridos, mas é mais atrativo para o torcedor (este sistema)", completou o dirigente.
O Palmeiras, de Pescarmona, estreia no Campeonato diante do Botafogo. O Corinthians pega a Portuguesa, o São Paulo enfrenta o Mogi Mirim e o Santos, atual campeão, pega o Linense. Todas as partidas da primeira rodada serão no dia 16 de janeiro e ainda não têm horário definido.
Mais auxiliares - Junto com a novidade na fórmula de disputa, a FPF confirmou que serão utilizados dois novos assistentes atrás dos gols, que terão poder apenas de sinalização - decisão final das jogadas continua com os árbitros. A novidade foi liberada após uma consulta junto à Fifa.

Um comentário:

Anônimo disse...

vem aí mais um paulistinha...

19 jogos inúteis na primeira fase, um mata mata que só deve começar de verdade nas quartas de final (talvez nas semis), choradeira por mando de campo, arbitragens ridículas, decisões extra campo e péssimo futebol. não vejo a hora...

Postar um comentário