terça-feira, 26 de outubro de 2010

Kassab pode romper acordo feito por Serra

Reprodução: ESPN.com.br

Kassab articula para tirar Centro de Imprensa do Rio em 2014

Em meio às indefinições a respeito de seu estádio para a Copa do Mundo de 2014 e mesmo se vai ou não receber o jogo de abertura do Mundial, a cidade de São Paulo já se articula nos bastidores para tentar tirar do Rio de Janeiro uma das “joias” da competição: o Centro Internacional de Imprensa.
Segundo reportagem da edição desta terça-feira do jornal O Estado de S.Paulo, o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab (DEM), vem trabalhando intensamente para que o centro de mídia fique na cidade. O plano será oficialmente apresentado à CBF e à Fifa na próxima semana.
“Vamos concluir o projeto nos próximos dias”, revelou Kassab ao jornal. Durante a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, o prefeito de São Paulo chegou a admitir publicamente a intenção de levar o Centro de Imprensa para a cidade e até visitou o local em Johanesburgo. Alguns estudos mostram que o impacto econômico que trouxe esse espaço de mídia foi maior até que o proporcionado por alguns estádios do interior da África do Sul.
Caso tenha êxito na investida, Kassab violaria acordo firmado em 2007 entre o então governador de São Paulo, José Serra (PMDB), a CBF, e o então secretário de Esporte do Rio, Eduardo Paes (PMDB), atual prefeito da capital fluminense, que previa que São Paulo receberia o Congresso da Fifa e a abertura da Copa, e o Rio, o Centro de Imprensa e a final.

Comentário do blog
O Centro de Imprensa reúne cerca de 3 mil jornalistas durante quase um mês e essas pessoas se hospedam, comem, compram, passeiam e tudo mais que um turista faz, e ainda contam com o reforço das diárias de viagem que recebem de suas corporações para cobrir o evento. Tudo isso com a vantagem de não serem baderneiros. É sem dúvida uma das “jóias da coroa”.
Porém não acredito que isso seja motivo suficiente para Kassab criar atrito com Serra (e o PSDB).
Acho mais provável que a súbita “coragem” do prefeito seja a confirmação daquilo que desde setembro vem sendo especulado pela imprensa: Gilberto Kassab estaria de malas prontas para ir para o PMDB, partido da base aliada do atual governo, após o encerramento das eleições presidenciais.
Parece que o círculo começa a se fechar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário