sábado, 23 de outubro de 2010

O novo negócio entre a Globo e os clubes

Reprodução: Blog do Perrone

O acordo feito com o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), que acaba com o direito de preferência da Globo nos contratos com o Clube dos 13 para a transmissão do Brasileiro, está longe de mudar o relacionamento estreito entre emissora e dirigentes.
Na última quinta, representantes de alguns clubes da Séria A estiveram na sede da emissora para discutir a negociação de seus canais de informação exclusivos sobre os times com a Globo. Aideia é vender o direito de comercializar esses canais (ou programas), como a TV Galo, do Atlético-MG. A Globo faria a venda no sistema pay-per-view.
Para quem acaba de encarar um proceso sob a acusação de formação de cartel, o mais prudente seria evitar tal discussão na sede da Globo. Mas ninguém teve essa preocupação.
A conversa quase virou uma uma pré-negociação entre um grupo fechado com a Globo sobre o próximo contrato do Brasileiro. O blog apurou que Alexandre Kalil, presidente do Atlético-MG, pediu para os colegas não entrarem na discussão do contrato por não se tratar de uma reunião formal do Clube dos 13. E por não ser na sede da entidade.
Cuidar desse tema num encontro para poucos na sede da Globo iria justamente contra o objetivo do CADE: um sistema que permita a livre concorrência, com regras claras e a participação de mais emissoras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário