quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Dinheiro ainda emperra Fielzão

Reprodução: De prima 

O comitê paulista da Copa de 2014 deve adiar para fevereiro a aprovação formal do Fielzão como estádio da abertura da Copa.
Ainda não está definido qual será a fonte da receita que permitirá que o estádio passe de 48 mil para 65 mil lugares. Essa dificuldade, aliás, é o motivo do silêncio sobre o andamento do projeto da arena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário