segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Vice-presidente ironiza o ex-superintendente do São Paulo

Reprodução: LANCENET

Carlos Augusto de Barros e Silva alfinetou Marco Aurélio Cunha e diz que o antigo cargo está extinto
Marcelo Braga

O relacionamento entre o vice-presidente de futebol do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, e o ex-superintendente do clube, Marco Aurélio Cunha, não era mesmo dos melhores. Neste domingo, após Cunha afirmar em entrevista ao Portal Terra que há seis meses teria oferecido Rivaldo à diretoria são-paulina e recebido risos como resposta, Leco fez questão de ironizá-lo:
- Ele disse que poderíamos ter contratado Rivaldo há seis meses, o que é verdade. Ele (Marco) nos consultou sobre essa possibilidade, dizendo que Rivaldo viria atravás de um empresário que inclusive foi nosso jogador (Marcelo Veridiano). Tivemos conhecimento, analisamos a coisa, mas custava um dinheirão. Tínhamos que pagar o preço do passe naquela ocasião. E agora trouxemos de graça. É um pouco diferente a situação, não é? - ironizou.
Há dez dias, ao deixar a superintendência de futebol do Sampa, Cunha reclamou de falta de "influência" com o restante da diretoria de futebol. Questionado pelo LANCENET! se o cargo seria preenchido por outra pessoa, Leco negou:
- Não, a superintendência do São Paulo está extinta, porque a estrutura do São Paulo pode fazer tudo aquilo que esse cargo faria - disse.

Comentário do blog
Um dos motivos alegados por JJ para tentar a reeleição é a falta de alguém qualificado para sucedê-lo, e acho que nisso ele tem razão. O Comportamento de grande parte dos  atuais dirigentes do SPFC é deplorável, e para coroar só faltava mais essa: dois senhores ficarem trocando “farpinhas” pela imprensa.
Ridículo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário