quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Crise no C13: Vamos aos fatos


Clube dos 13
O C13 surgiu em 1987 em virtude da CBF alegar não ter condições financeiras para realizar o torneio daquele ano. Assim os grandes clubes de SP (Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos), RJ (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco), RS (Grêmio e Internacional) e MG (Atlético e Cruzeiro), mais o Bahia, fundaram a União dos Grandes Clubes do Futebol Brasileiro (Clube dos 13) e organizaram a Copa União, com o apoio da CBF, que indicou mais três representantes para o torneio. O resto da história vocês já conhecem e sabem o rolo que dá até hoje.
Hoje o Clube dos 13 possui 20 associados, os acima citados mais Portuguesa, Goiás, Vitória, Sport, Atlético-PR, Coritiba e Guarani.

O que esta em jogo
Toda essa crise é por causa dos direitos de transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiros (os regionais não estão nesse pacote) nas temporadas de 2012, 2013 e 2014. Esses direitos envolvem TV aberta, fechada (TV a cabo), telefonia celular, internet e publicidade estática (placas e anúncios em estádios).
O Clube dos 13 acredita na arrecadação de R$ 4 bilhões com a licitação das cinco plataformas de mídia (citadas acima). Hoje a Rede Globo paga pelos direitos de TV aberta R$ 280 milhões/ano e no novo contrato este valor deverá ser no mínimo de R$ 500 milhões/ano (na verdade se houver concorrência esse valor mínimo sobre para R$ 550 milhões, como será explicado abaixo)
Ou seja, o que está em discussão é quanto de dinheiro os clubes receberão (e quanto as operadores das mídias pagarão). Hoje a divisão do valor arrecadado é distribuído aos clubes divididos em grupos:
Grupo 1: Corinthians, Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Vasco; Grupo 2: Santos; Grupo 3: Atlético-MG, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense, Grêmio e Internacional; Grupo 4: Bahia; Grupo 5: Atlético-PR, Coritiba, Guarani, Portuguesa, Goiás, Sport e Vitória.

Dissidentes
Botafogo, Corinthians, Coritiba, Flamengo, Fluminense e Vasco declararam que irão negociar o direito de transmissão de seus jogos diretamente com os interessados.
O Corinthians anunciou que pretende deixar o C13, já os clubes cariocas irão permanecer vinculados a entidade. O Coritiba ainda não se manifestou se permanecerá no C13.
Provavelmente outros clubes irão aderir ao movimento.

Posição do C13
Seguindo determinação do CADE, o edital de concorrência elaborado pelo Clube dos 13 estabelece que as ofertas dos interessados devem ser feitas em envelopes fechados. O vencedor da concorrência, que será conhecido no dia 11 de março, será aquele que oferecer o maior valor. 
Nos contratos anteriores as ofertas eram abertas e a Rede Globo tinha direito de preferência, ou seja, se igualasse a proposta mais alta, levava a concorrência.
Para elevar o valor arrecadado o C13 irá realizar licitações para cada mídia (TV aberta, Cabo, celular, internet e placas) separadamente.
Pelas estimativas do C13 somente com os direitos de TV aberta a cota dos grupos irão dobrar.
Veja abaixo quando cabe a cada grupo recebe hoje:
Grupo 1: R$ 21 milhões
Grupo 2: R$ 18 milhões
Grupo 3: R$ 15 milhões
Grupo 4: R$ 11,5 milhões
Grupo 5: R$ 11 milhões
Como reconhecimento aos anos de parceria e a condição de emissora líder de audiência, a proposta da Globo terá um ágio 10%, ou seja, se a Record oferecer 10 e a Globo 9, a emissora carioca vence.
Por isso, como disse acima, o valor mínimo não é de R$ 500 milhões, pois para vencer a licitação a Record tem que oferecer um valor maior que 10% da proposta da Globo.
Quando a decisão dos dissidentes, o C13 diz que a saída deles não é tão simples assim pois antes de deixarem a entidade precisariam saldar suas dívidas com ela. De acordo com o que foi divulgado pela mídia os clubes cariocas devem juntos cerca de R$ 60 milhões e o Corinthians R$ 25 milhões.
A direção do Clube dos 13 acredita que quando os clubes dissidentes tomarem conhecimento dos valores ofertados na concorrência irão rever suas posições.

Posição dos dissidentes
Embora aleguem que estão deixando a entidade por considerar que a única atividade dela seja negociar os direitos de transmissão, o que tem sido especulado é que os clubes dissidentes pretendem criar uma nova liga, com apoio da CBF, e cujo campeonato será no estilo “mata-mata” para agradar a Globo que considera esta formula mais eficaz para atrair audiência.
Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, acredita que pode arrecadar "entre R$ 60 milhões e R$ 70 milhões" se negociar sozinho.
Quanto a dívida com o C13, os clubes alegam que a entidade é somente repassadora do dinheiro e que seria possível negociá-la com quem de fato injetou dinheiro, no caso, a Globo.
O grupo considera praticamente certa a adesão de Cruzeiro, Palmeiras e Grêmio.

Posição da Record
A emissora de Edir Macedo considera estratégico tirar os eventos esportivos da Globo. Foi assim com os jogos de Inverno de 2010, o Pan-americano de 2011 e as Olimpíadas de Londres em 2012.
Outro passo estratégico da emissora é transmitir os jogos às 21 horas, concorrendo com o Jornal Nacional e as novelas Globais
Além disso conta com o dinheiro sem custo que entra em seu caixa através da venda de horários na programação para a IURD por preços superfaturados.
A Record também não se opôs ao ágio concedido à Globo.

Posição da Globo
Além do substancial aumento no valor dos direitos outro fato que desagrada a emissora carioca é que pelo novo contrato quem vencer a concorrência para TV aberta não poderá transmitir a partida para o estado em que ela será realizada. Por exemplo: o clássico Santos X Palmeiras, na Vila Belmiro não poderá ser transmitidos para a capital paulista ou para qualquer cidade do interior do estado. Hoje a restrição é somente para a cidade e mesmo assim a Globo tem o direito de transmitir seis partidas, a sua escolha, para as praças onde elas são realizadas.
Essa proibição irá representar uma grande perda para a emissora, mas por outro irá alavancar as vendas de Pay-per-view.
A Globo também não gosta do formato de envelope fechado porque o considera uma “loteria”. Por esse método cada um faz sua proposta sem saber as dos outros. Pode tanto pagar demais pela vitória, quanto sofrer um revés por uma diferença mínima.
A Globo alega a seu favor que os clubes terão menor exposição em outra emissora, e que o futebol não será páreo para sua programação.
Há quem garanta que a Globo não enviará proposta à licitação.

Pressão
Após o episódio do veto de Teixeira ao Morumbi por questões “políticas”, vários clubes temem entrarem confronto com o dirigente. Sãos casos da dupla Gaúcha, Grêmio e Internacional. O Inter teme que se permanecer fiel ao C13 o Beira-Rio possa ser excluído da Copa 2014, e o Grêmio acha que se aliando aos dissidentes pode colocar sua nova arena no evento.
Há também os clubes que já adiantaram suas cotos junto à Globo e portanto, sentem-se comprometidos.

Encerrando
A meu ver foi isso que foi dito de relevante até agora.
Até a abertura dos envelopes (se é que realmente a licitação irá ocorrer), haverão muitas ameaças, ofensas e especulações, portanto passarei a fornecer as informações sobre esse assunto na “Barra de Notícias”, no topo da tela (basta clicar na manchete que você será direcionado à íntegra da matéria). Se tiver algo realmente importante faço uma postagem.
Bom, o certo é que com essa divisão, no futuro, todos perderão.
No presente, quem já perdeu foi o São Paulo Futebol Clube que se isolou ainda mais. Pense nisso JJ. Pensem nisso conselheiros.

Atualizado às 15h50
Vejam aqui o edital da licitação dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiros para o período de 2012 à 2014.

3 comentários:

Rafael disse...

O São Paulo Fc se isolou por fazer o certo. Isso merece reprovação de seus torcedores afinal...

Anônimo disse...

os rebeldes ja mudarm o discurso, aplicaram um "veja bem" e vão voltar com o rabo entre as pernas pro c13, porque afinal, podem até se retirar da entidade, mas só falta pagarem oque devem na praça, como o adiantamento de cotas de transimção... veja bem, o curinthia deve 22mi, os 4 do ria juntos devem 60mi.
a presidenta do flamengo entrou no jogo e ficou numa sinuca de bico, de um lado ta comendo na mão da traffic, o doutro ta devendo as calças pro clube dos 13.
no fim é fogo de palha

Gerson Silva disse...

Guedex, o Juvenal é raposa velha. Tá dando corda pra toda essa corja, pra que se enforquem sozinhos... hahaha!

Postar um comentário