quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Fielzão na Copa das Confederações? Corinthians diz que só com ajuda financeira

Reprodução: Blog do Perrone

O recado público de Ricardo Teixeira para o Corinthians entregar seu estádio pronto para a Copa das Confederações, em 2013, vai na contramão dos planos do clube.
A diretoria afirma que desde o início disse ao Comitê Organizador Local que em ritmo normal de trabalho não daria para o Fielzão ser concluído até lá. Participar da competição não estava em seus planos.
Diante do ultimato do presidente do COL a resposta é: dá para entregar, só que isso custa mais dinheiro. Quem vai pagar? Não será o Corinthians.
Assim, para os ouvidos corintianos, ao dizer que “precisamos do seu estádio para a Copa das Confederações”, Teixeira pode ter dado a senha para o COL colocar dinheiro na obra, com o objetivo de acelerá-la. Ou simplesmente ter pressionado o governo e a prefeitura a fazerem isso. Nesse caso, independentemente da isenção de impostos revelada pelo blog no mês passado.

Comentário do blog
Em seu pronunciamento ontem, Kassab citou a isenção de impostos “entre outras coisas”, e pelo que diz a informação acima, essa outra coisa deve ser dinheiro vivo.
É como diz o ditado: “Não basta dar, ainda quer que arreganhe”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário