segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

“Naming Rights” seria real motivo do SCCP deixar Clube dos 13

Reprodução: Painel FC, Folha.com

Postergado
A negociação dos "naming rights" do estádio do Corinthians só sairá em 2012. Segundo Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do clube e quem acompanha de perto o projeto da arena, nada acontecerá neste ano. "Pretendo começar a negociar em maio do ano que vem. Se negociar agora, sem a construção do estádio ter começado, ele [os "naming rights"] sairá desvalorizado", argumenta o cartola corintiano.

Confiante...
Rosenberg reitera sua previsão de que conseguirá R$ 30 milhões anuais com "naming rights". "Se a Globo falar o nome do estádio, eu consigo. E a Globo é parceira do Corinthians há muito tempo", afirma.

...e presente
Apesar de o mandato de Andres Sanchez acabar no fim do ano, Rosenberg deve conduzir a negociação dos "naming rights". Deve ser candidato a vice na chapa da situação.

Comentário do blog
A meu ver, a declaração de Rosenberg revela o real motivo do SCCP deixar o C13 e firmar acordo de transmissão de seus jogos em separado com a Rede Globo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Mas se somente o gambá e mais 2 ou 3 clubes fecharem com a globo haverá pouquissimos jogos deles para passar na TV. Eles terão que transmitir de treinos ou as festas fechadas em boates, tradicionalmente com mulheres providas de algo mais, tão comuns para o presidente cara-mijada.

Postar um comentário