segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

São-paulinos não vão mais protestar contra Juvenal na terça

Reprodução: LANCENET

Grupo do movimento 'Nem a Pau Juvenal' afirma que recebeu ameaças de torcedores organizados

A reunião do Conselho Deliberativo do São Paulo, que definirá a mudança no estatuto para permitir o terceiro mandato do presidente Juvenal Juvêncio, não deve contar mais com protesto no portão principal do Morumbi, terça-feira, às 19h.
Nesta segunda-feira, em comunicado, os porta-vozes do movimento afirmaram que no domingo, quando distribuiam panfletos nos arredores do Canindé (estádio em que o São Paulo venceria a Lusa por 3 a 2), foram ameaçados fisicamente por membros de organizada. Desta forma, em nome da integridade física dos demais, desconvocam a presença dos torcedores.

Confira o comunicado
"Temos que avisar quem queria ir para que não vá. Deram um TRUCO! no Conselho Deliberativo cuja maioria parece estar se deixando levar feito gado. E, como era de se esperar, deram um TRUCO! no movimento popular pacífico que seria feito, mostrando ao CD que os torcedores (os não violentos, portadores de massa cinzenta craniana e não apenas de massa muscular), enxergam, entendem, sabem ler o Estatuto Social e querem que ele seja obedecido. Que não aceitam viradas de mesa e nem de mudança das regras do jogo, aos 44' do segundo tempo.
Enquanto eram distribuidos panfletos na porta do estádio do Canindé, antes do jogo A. Portuguesa de Desportos e SPFC, ocorreu um lamentabilíssimo episódio que deveria envergonhar qualquer cidadão. Mais ainda os sãopaulinos e mais ainda, a diretoria do SPFC. O Conselho Deliberativo, também, desde que não tenha perdido a vergonha de se envergonhar.
Representantes uniformizados de uma certa torcida dita organizada que demostra ser oficial, talvez por receber subsídios como: Ingressos, ônibus e sabe-se lá mais o quê, encarregou-se de, com exacerbada truculência, cercar um membro ativo do movimento, tomar-lhe à força os pacíficos panfletos que distribuía, não sem ameaçar de agressão física a ele e a quem mais estivesse panfletando.
Porém, a ameaça mais grave, foi feita a quem for ao morumbi na terça feira, próxima, protestar contra o golpe.
Como nós não somos torcedores profissionais, não temos e não queremos nada do SPFC, exceto posturas dignas dentro e fora do campo, devemos abandonar a idéia de irmos ao nosso estádio no dia marcado para a reunião do CD. E, por responsabilidade, em tentativa de prevenir o pior, avisar a quem pretendia ir, em adesão ao movimento, que não o faça.
Nossas integridades físicas devem ser preservadas para exercermos nossas vidas familiares, profissionais e, sociais. A integridade moral fica preservada por termos nos moblizado e agido contra a violação moral que pretendem fazer ao time que amamos. Esta, não menos violenta que a dos truculentos torcedores uniformizados do Canindé.
Resta-nos como meros, desprezados, não ouvidos, torcedores; Torcer. Torcer para que a justiça tenha grande atuação: Dê provimento ao pedido que um Conselheiro prometeu fazer, tentando impedir a reunião. E, que não tarde a se manifestar nas causas que forem promovidas contra o que parecem estar definitivamente, prestes a fazer. Se permitido for, pro Conselheiros e pelo Poder Judiciário.
Equipe nem a pau juvenal"

Um comentário:

Anônimo disse...

De organizada eu espero isso aí mesmo: Estupidez sem limite.

Só não entendo o porque de o torcedor comum, tirando esse pessoal do 'Nem a Pau Juvenal', não levou um cartaz, uma faixa em protesto ao JJ, ao conselho, porquê?

Creio que no Canindé por ser um estádio mais acanhado e menos seguro isso não pôde acontecer, mas no Morumbi, será que haverá alguma manifestação? Uma faixa, um cartazinho?

Postar um comentário