segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

A Taça é nossa!

Reprodução: Site Oficial do SPFC

“Hoje é um dia dos corações são-paulinos vibrarem”, ressalta o presidente Juvenal Juvêncio
Kaue Freitas

Imagem: Rubens Chiri
Foi desta maneira que o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, recebeu das mãos da presidenta da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, o Troféu Caixa Econômica Federal, a conhecida “Taça das Bolinhas”.  O objeto foi entregue em cerimônia realizada na manhã desta segunda-feira , na sede da instituição, localizada na Avenida Paulista.
Durante o anúncio, estiveram presentes, além de Juvenal Juvêncio e Maria Fernanda, o patrono do clube, Laudo Natel, os vice-presidentes do São Paulo, Carlos Augusto Barros e Silva e Ricardo Haddad, o goleiro Rogério Ceni e outros diretores do Tricolor Paulista. No discurso, o presidente são-paulino não conteve a felicidade pela premiação.

Carta do Presidente
“Fomos surpreendidos agradavelmente pela Caixa Econômica dizendo que iria nos entregar o troféu. O São Paulo competia receber esta láurea. É o maior significado que temos no futebol. O São Paulo foi penta, depois fomos até hexa. Tricampeão seguidamente. Só o São Paulo teve isso. Hoje é um dia de glória. Hoje é um dia dos corações são-paulinos vibrarem”, ressaltou Juvenal.
Imagem: Rubens Chiri
A “Taça das Bolinhas” foi criada em 1975, por meio de um concurso vencido pelo artista plástico Maurício Salgueiro, e seria entregue ao primeiro pentacampeão brasileiro ou ao clube que conquistasse o Brasileirão por três vezes de forma consecutiva. Polêmicas à parte, o São Paulo só quer comemorar a partir de agora.
“Todo mundo sabe, mas me comprometo a repetir. Este troféu é uma peça histórica e polemizada. Tem o valor deste simbolismo. Esta discussão que vai permear, mas isso é do esporte. Em 87, o Sport foi campeão e o Flamengo diz que não é verdade. Teve uma decisão de primeira e segunda instância. Há uma decisão judicial dizendo que o campeão é o Sport. A Caixa Econômica teve a inteligência de premiar o melhor”, concluiu o presidente.
Com a taça em mãos, Juvenal Juvêncio quer mostrá-la aos torcedores são-paulinos. Um prêmio de direito a eles, que tanto vibraram com os títulos brasileiros do clube de coração. A intenção do dirigente é fazer uma ação de marketing com o objetivo. Afinal, uma vez do São Paulo, nada melhor que mostrar isso a todos.

Atualizado às14h55
Embora o Flamengo tenha conseguido uma liminar proibindo a realização da cerimônia de entrega da Taça,  tanto a Caixa quanto argumentam que não receberam nenhum comunicado oficial sobre a intervenção judicial.

6 comentários:

Anônimo disse...

Se o Juvenal compreende o torcedor São-Paulino, vai levar a taça para a Gávea.

Mas até aí, se ele entendesse o torcedor, não estaria falando em terceiro mandato...

Anônimo disse...

JJ é presidente do SPFC, e deve zelar por seus interesses.

Eu como torcedor sou a favor de mandar essa taça ridícula pra Gávea também, as 6 taças do Camp. Brasileiro já bastam, mas como sou apenas mais um torcedor e não um presidente eleito...

Leopoldo Molica disse...

hipocrisia do kralho. o juvenal tinha que entregar a taça p gávea.

Abel Junior - SPFC disse...

Movimento ENTREGA A TAÇA para quem é o DONO VERDADEIRO JUVENAL!

Anônimo disse...

Essa mulambada entrando aqui no site do SPFC fazendo de conta que é torcedor e pedindo pra entregar a taça que É NOSSA pra quem não merece é engraçadíssimo! Chupa essa uva, mulambada !

Abel Junior - SPFC disse...

Ao anônimo, aí que disse que sou Flamengo! Sem noção do que é ser ético né? Outra nunca fui Flamengo, e sei de quem é a TAÇA! Do SPFC não é, não ganhou em campo, e o SPFC é muito grande pra fica pegando taça que não é dele! Outra, não escondo meu nome, ao contrário de alguns!

Postar um comentário