quarta-feira, 2 de março de 2011

400 milhões de reais para o top 5

Reprodução: Blog do Quesada

Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Flamengo e Vasco (destes apenas o São Paulo não negocia de forma separada) recebem a mesma fatia em dinheiro na negociação vigente dos direitos de transmissão de tv. Hoje, cada um dos times embolsa em torno de 25 milhões de reais por ano, na venda dos jogos para a televisão (tv aberta).
Como o Corinthians almeja ganhar 80 milhões de reais no primeiro ano do novo contrato (em 2012), os outros clubes também exigirão a mesma fatia. Se forem mantidas as cotas iguais, os valores somados dos cinco clubes que fazem parte do top 5, alcançariam a bagatela astronômica de quatrocentos milhões. Quatrocentos milhões de reais apenas para cinco dos vinte times que formam o Clube dos 13. Não levo em conta qual emissora vai bancar qual clube.
A entrada da TV Record na disputa inflacionou o mercado de direitos de tv. As negociações entre os clubes e as emissoras foram supervalorizadas. O mercado publicitário está agitado e se pergunta como levantar tanta grana para bancar os gastos da tv. Comercialmente é viável? Uma questão que assola todos os lados envolvidos e, agora mais do que nunca, preocupados com o possível prejuízo que o futebol pode dar nos próximos anos, justamente na reta final de organização da Copa do Mundo no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário