quarta-feira, 23 de março de 2011

Clube dos 13 tenta antecipar assinatura com a Rede TV!

Reprodução: Blog do Perrone

Pode ser a última cartada do Clube dos 13 para minar a Globo. A entidade tenta convencer a Rede TV! a desistir da assinatura de todos os clubes no contrato de transmissão do Brasileirão.
Seu desejo é acelerar o processo e assinar ainda hoje com a emissora. Parece uma missão difícil. Mesmo assim, Ataíde Gil Guerreiro, dirigente do C13 que cuidou da concorrência, chegou a marcar uma reunião com representantes da TV para assinar o contrato nesta terça. Depois recebeu a informação de que os executivos não poderiam comparecer.
Formalmente, a Rede TV! tem até maio para assinar o compromisso. Mas a investida da Globo em vários clubes pede um contra-ataque. A antecipação é importante para impedir a atual detentora dos direitos de seduzir também os times que permanecem no C13.
 A assinatura com emissoras diferentes, aumentaria a pressão para o Cade se posicionar. O caso também despertaria mais ainda o interesse do Senado, que já aprovou audiência para ouvir os envolvidos.
Se o contrato do C13 for mesmo assinado, estará aberta de vez a porteira para a disputa chegar à Justiça.  A entidade entende que tem procuração para assinar por dissidentes que pegaram empréstimos usando como garantia as cotas do futuro contrato de 2012. Os rebeldes negam tal poder.
Como muita gente ainda tem dúvidas, vale lembrar que nenhuma partida pode ser transmitida sem o aval das duas equipes. Assim, jogos entre times ligados a TVs distintas, ficariam sem televisionamento, a partir de 2012. A não ser que, nesses casos, todos os envolvidos fizessem um acordo pontual para liberar as imagens.
Quanto menos jogos televisionados, pior para torcedores, anunciantes das emissoras e patrocinadores dos clubes. Se acontecer, a batalha judicial só irá desvalorizar o futebol brasileiro.

Um comentário:

Anônimo disse...

Sem saber o teor das procurações, fica difícil opinar ... porém, o SIMPLES fato dos clubes pegarem empréstimos com a garantia do contrato de televisão de 2010, não significa que a C13 tenha poderes para agir em nome dos clubes ...

Geraldo

Postar um comentário