sábado, 5 de março de 2011

Esperança de gols da sub-17, Lucas Piazon curte comparações com Kaká

Reprodução: globoesporte.com
Victor Canedo

Atacante são-paulino não vê problemas, mas adianta que ‘é por causa do cabelo’. Com passaporte europeu e visita ao Juventus, saída já é cogitada

Por muitas vezes as precoces comparações entre jovens e seus ídolos prejudicaram a carreira de promessas. A Argentina teve ao menos meia dúzia de “novos Maradonas” ao longo dos anos 90.
Alguns tornaram-se ótimos jogadores, fizeram relativo sucesso, mas sempre estiveram à sombra do camisa 10. Na Seleção Brasileira sub-17, que se prepara na Granja Comary, em Teresópolis, para o Sul-Americano da categoria, há alguém que se anima sempre que ligam o nome de Kaká ao seu: Lucas Piazon.
Ao contrário do camisa 8 do Real Madrid, Piazon é atacante e uma das maiores esperanças de gols da equipe do técnico Emerson Ávila no torneio, disputado a partir do dia 13 de março para o Brasil no Equador. Mas as semelhanças vão além de ambos terem passagens pelo São Paulo no currículo - no caso de Lucas, ainda nas divisões de base - e nascidos em uma família de classe média.
– É mais pela aparência, pela minha cara de bebê. Quando estou de cabelo grande até parece um pouco de longe. As pessoas comentam, ainda mais porque eu jogo no São Paulo. Eu gosto muito e não me incomodo. Deixa eles falarem. É legal – disse Lucas Piazon.
O apelido surgiu da imprensa italiana ao noticiar continuamente o interesse do Juventus no jogador de apenas 17 anos. Desconhecido para a maioria torcida são-paulina, Lucas visitou as instaçãoes da Velha Senhora em janeiro. Ainda não há uma acordo sobre sua transferência, e especula-se que os italianos poderiam pagar até € 9 milhões (R$ 24 milhões) para contratá-lo em definitivo quando completar 18 anos, em janeiro de 2012. Por ter passaporte europeu, ele poderia até ir antes, mas optou por continuar no São Paulo e tentar encontrar espaço no grupo profissional.
– Preferimos que só cogitassem minha saída depois dos 18 anos. O Juventus fez proposta, fui lá em Turim conhecer o CT e até vi um jogo. Estão conversando com o São Paulo, mas acho que vou ficar – afirmou.
Durante o mês de fevereiro, a imprensa espanhola noticiou o interesse também de Real Madrid e Barcelona. O site “talkSPORT” foi além e declarou que as muitas opções no continente europeu fizeram o São Paulo aumentar a pedida por sua revelação, com cláusula de rescisão de € 90 milhões (R$ 207 milhões).
Vale lembrar que, caso o Tricolor aceite negociá-lo com algum clube do futebol europeu, ficará com 80% do valor. Os outros 20% pertencem ao jogador. O contrato de Lucas Piazon com o Tricolor termina no dia 31 de dezembro de 2013.
Na Twitcam feita por ele e outros atletas da sub-17 na última terça-feira, Piazon foi um dos mais assediados pela internet. Com direito fã clube e tudo. O jovem, no entanto, promete saber diferenciar as reais fãs das “marias-chuteiras”. Assim como Kaká...
– Eu namoro, não posso ligar para elas – brincou, referindo-se às meninas que se agrupam nas grades do CT da CBF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário