sexta-feira, 18 de março de 2011

No mesmo rítmo

Reprodução: Coluna da Mônica Mergamo

O presidente do Cade, Fernando Furlan, está acompanhando de perto as negociações entre a TV Globo e os times de futebol pela transmissão do Brasileirão. Diz que, caso se forme um novo bloco de clubes que recebam propostas em conjunto, será aberto novo processo para analisar se há desrespeito à concorrência de mercado. Uma possível liga das agremiações estaria sujeita às regras antitruste que já haviam sido negociadas anteriormente com o Clube dos 13 e a emissora.

Eliminatórias
E a TV Globo apresentou contrato de transmissão do campeonato ao vice-presidente do Flamengo, Hélio Paulo Ferraz. Como ele é próximo da família Marinho, dona da emissora, a presidente Patrícia Amorim preferiu substituí-lo nas negociações pelo vice-presidente de finanças, Michel Levy. O pacote, com pay-per-view e mata-mata, chega a "impressionantes R$ 100 milhões", diz Leonardo Ribeiro, presidente do conselho fiscal do clube. Levy aguarda também proposta da Record.

Nenhum comentário:

Postar um comentário