terça-feira, 22 de março de 2011

Record rebaixa Palmeiras, SP e Vasco e propõe contrato inusitado ao Corinthians

Reprodução: UOL
Luiza Oliveira

Palmeiras, Vasco e São Paulo perderam mesmo prestígio com as emissoras de televisão interessadas em transmitir o Campeonato Brasileiro Depois de a Globo anunciar que os três clubes foram ‘rebaixados’ na nova divisão de cotas, a Record seguiu o mesmo caminho. A diretoria do canal acredita que apenas Corinthians e Flamengo dão audiência para merecerem R$100 milhões por temporada. Os outros terão que se contentar com quantias menos gordas.
“Sem dúvida. Corinthians e Flamengo são as maiores torcidas e dão uma audiência maior. Queria oferecer o mesmo valor para os outros. Mas ainda não dá. Infelizmente não conseguiríamos pagar”, disse o vice-presidente comercial da Record, Walter Zagari, na noite de segunda-feira.
A nova hierarquia dos direitos de transmissão acabou prejudicando os três grandes clubes, que figuravam no grupo ‘de elite’, mas agora estão em um segundo nível. O novo organograma da Globo foi revelado pelo presidente do Grêmio Paulo Odone, mas também foi seguido pela Record.
Os clubes devem chiar ainda mais diante da decisão da segunda concorrente, já que haviam demonstrado insatisfação com a Globo.  Segundo a diretoria do Vasco, ficou acertado com os cariocas que a divisão de receitas do novo contrato seguiria os moldes atuais, mesmo com a negociação individual. Os cartolas palmeirenses também se manifestaram e quiseram a garantia da Globo de que continuaria fazendo parte da primeira fatia. Do contrário, se considerariam traídos.
Em comunicado oficial no último dia 17, a Record divulgou sua proposta de R$ 100 milhões por temporada a Corinthians e Flamengo para transmitir, no mínimo, 19 jogos dos torneios nacionais entre 2012 e 2016.
Zagari disse que o presidente da emissora Alexandre Raposo conversou pessoalmente com o vice-presidente de marketing do Corinthians Luís Paulo Rosenberg, em um restaurante de São Paulo, e apresentou uma proposta bem diferente dos moldes atuais.
A oferta seria pelos 19 jogos da equipe como mandante no torneio. Zagari não teme que o clube saia prejudicado por correr riscos de perder renda, caso os jogos sejam transmitidos para a própria praça. “Até o Rosenberg disse que a torcida do Corinthians vai para o estádio com ou sem TV”, disse.
Os valores propostos são referentes apenas aos direitos de TV aberta e da Record Internacional e não incluiriam pacotes para canais fechados ou internet.
Uma preocupação dos clubes seria a possibilidade de queda do valor do patrocínio na renovação, já que a exposição na TV Globo é mais bem vista pelos investidores que seguem os números do Ibope.  “A Globo tem muita audiência porque é a única que transmite. Se conseguirmos, a audiência será transferida para nós e os clubes terão a mesma visibilidade”, avaliou.

Nova divisão de receita da TV
GRUPO 1: Corinthians e Flamengo
GRUPO 2: Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco
GRUPO 3: Atlético-MG, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense, Grêmio e Internacional

Na proposta da Record, os horários dos jogos também já estão definidos. Nas quartas-feiras, as partidas começam às 20h30 e aos domingos a programação será mantida às 16h. No contrato atual, o horário de quarta é 21h50 para respeitar a grade de programação da detentora dos direitos.
A emissora do bispo Edir Macedo diz que ainda não conversou com os outros clubes, mas pretende fazer propostas a todos que ainda não assinaram contrato com a Globo, inclusive os que se mantêm no Clube dos 13. Até agora, Grêmio, Coritiba e Cruzeiro estão fechados com a TV carioca.

2 comentários:

Anônimo disse...

se a justificativa é o potencial de audiência de cada time baseado no tamanho de sua torcida, como justificar o santos no mesmo grupo de são paulo, vasco e palmeiras? acho até difícil justificar o palmeiras neste mesmo grupo já que é de conhecimento público que sua torcida tem diminuído.

será que as pessoas preferem assistir um jogo deste palmeiras de 2011 ou do são paulo com luis fabiano, alex silva, rogerio ceni completando 1000 jogos e 100 gols, miranda...

estou quase achando que o são paulo deveria recusar as propostas e vender jogo a jogo. à medida que começar a se destacar no campeonato, as emissoras vão oferecer um caminhão de dinheiro pra poder transmitir. imagine uma reta final em que são paulo x flamengo não seja transmitido?? isso não existe!

Hernandes911 disse...

NEM A PAU JUVENAL. OU SERA QUE ELES MERECEM MAIS POR ESTAREM AO LADO DA CBF GRANDE PARCEIRA DA GLOBO?

Postar um comentário