sábado, 5 de março de 2011

Sem intermédio do C13, Record abre negociação com 11 clubes

Reprodução: Folha.com
Bernardo Itri e Eduardo Ohata

Propostas serão enviadas a conselhos e órgãos públicos

Após alertar que não descartava negociar direto com os clubes a compra dos direitos de transmissão do Brasileiro, a Record pôs em prática o discurso e, a exemplo do que faz a Globo, já conversa em particular com cartolas.
Um dos clubes que tiveram seus cartolas contatados por executivos da rede foi o Palmeiras, a Folha apurou.
Segundo pessoas ligadas à emissora, 11 times foram contatados para negociar sem o intermédio do Clube dos 13.
Além das propostas individuais, a Record deve implementar tática para pressionar os clubes a aceitarem sua oferta, que ela diz que será maior que a da Globo.
As propostas enviadas aos dirigentes serão, também, encaminhadas ao Conselho Deliberativo de cada clube.
A intenção é constranger os cartolas a aceitar as suas ofertas. A emissora diz acreditar que, com a proposta escancarada para conselheiros, não haverá como os presidentes negarem o valor superior ofertado, o que, aposta ela, será seu caso.
Afirma que os dirigentes não conseguirão convencer os conselheiros de que o dinheiro não é importante.
Presidentes de clubes argumentam que a exposição na programação da Globo traz um imensurável valor agregado e que são pressionados por patrocinadores a firmar com a Globo. Alguns não abriram linha de comunicação com a Record.
A emissora deverá enviar as propostas também para órgãos públicos, como o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), a Câmara Federal e o Senado.
O intuito é que, novamente, caso algum clube aceite a proposta que não for a maior financeiramente, haja um questionamento do motivo.

2 comentários:

Domingues disse...

pra que esperar chegar nesse pé...e o ricardo teixeira chora de rir de tudo isso

Anônimo disse...

Se chora ou não que o RT se foda, eu quero é ver se os clubes vão aceitar ganhar menos e assinar com a Globo!

Se a Record comprar a briga ela ganha, pro medo da Globo, a decisão do CADE foi com a anuência da Globo e do C13, se não houver concorrência e não faltar vergonha essa parada vai se resolver na justiça.

Postar um comentário