quinta-feira, 21 de abril de 2011

Ainda sem garantias para BNDES, Itaquerão deve ficar pronto só em 2014

Reprodução: Blog do Perrone

Em recente reunião com membros do Governo Federal, representantes da Odebrecht afirmaram que só irão começar as obras do futuro estádio corintiano quando obtiverem o financiamento do BNDES. O problema é que ainda não conseguiram fechar a operação para dar garantias ao banco.
Por conta desse e de outros atrasos, os funcionários da construtora contaram que o mais provável é a entrega da obra só no início de 2014. Mesmo que seja mantida a previsão de começar os trabalhos em maio. A diretoria do clube planeja a inauguração para o final de 2013.
Garantias para oferecer em troca do empréstimo a Odebrecht tem. Só que a construtora não quer comprometer seu limite de endividamento com a obra. Por isso busca uma alternativa para que não tenha que empenhar seus ativos na operação.
Uma das tentativas foi usar os bônus que receberá pelo plano de incentivo a investidores na região de Itaquera. Daria esses títulos para a Caixa Econômica Federal, que pegaria o empréstimo no BNDES. Mas a Caixa não se interessou. Existe aí mais um entrave. A Câmara Municipal de São Paulo ainda precisa aprovar o projeto de lei de incentivo à Zona Leste. Como convencer alguém a aceitar os bônus antes da aprovação?
A opção de o Corinthians oferecer as garantias está praticamente descartada. O banco não considera sólidas as propostas feitas por clubes. O São Paulo, por exemplo, não conseguiu financiamento para o Morumbi.
Na pior das hipóteses, se não encontrar intermediários nos próximos dias, a Odebrecht terá que mudar os planos e pegar diretamente o dinheiro.
A situação relatada em Brasília contrasta com as palavras de Andrés Sacnhez, que disse ao Senado que o empréstimo junto ao BNDES já estava solucionado e que o estádio será entregue em 2013.

2 comentários:

Anônimo disse...

Terreno irregular, sem projeto, sem dinheiro, sem investidores...

Por que só aqui ainda acham que esse projeto pode representar o estado de São Paulo???



Helder

Anônimo disse...

Vamos bombardear os vereadores pra não aprovarem essa concessão de dinheiro publico aos gambás.
E, juvenal, dá licença, né? ão nos envergonhe.

Postar um comentário