quarta-feira, 13 de abril de 2011

Assinatura de Koff gera dívida a clubes

Reprodução: Folha.com 
Bernardo Itri

Rede TV! pode cobrar R$ 464 mi de rebeldes, estipula contrato firmado com o C13 pelo Brasileiro

Bahia, Botafogo, Coritiba, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Sport, Vasco e Vitória, que fecharam acordo com a Globo, mas que estão representados no contrato da Rede TV! com o Clube dos 13 pelo presidente da entidade, Fábio Koff, poderão ter de pagar à emissora paulista R$ 464 milhões.
A Folha obteve o contrato do C13 com a Rede TV! referente aos direitos do Brasileiro de 2012 a 2014, no qual 11 clubes estão inclusos, por meio da assinatura de Koff.
O cartola fez isso baseado em procurações, fornecidas pelos próprios clubes, para que a entidade pudesse avalizar empréstimos com o BicBanco. Nos documentos, os times reconhecem o C13 como negociador dos direitos de TV, o que negam agora.
No acordo está previsto que, caso alguns dos clubes anuentes tenham negociado os direitos de transmissão com outra emissora, e a Rede TV! queira rescindir o contrato, essas equipes são obrigadas a indenizar a emissora em 30% do valor total do acordo (R$ 1,548 bilhão).
Como nove clubes dentre esses 11 já têm contrato assinado com a Globo, eles se enquadram nessa cláusula.
Por enquanto, estão isentos dessa dívida Guarani e Internacional, que ainda não fizeram acordo com a Globo, além dos outros nove clubes que não têm assinatura no contrato da Rede TV!.
De acordo com o contrato, "se algum licenciante [clube anuente] negociar os direitos de captação, fixação e transmissão dos direitos de imagem de seus jogos da competição com outra emissora de televisão aberta ou qualquer mídia", a Rede TV! poderá romper o acordo.
"Caso ocorra a rescisão do contrato por quaisquer dos motivos mencionados na cláusula acima, o(s) licenciante(s) que der(em) causa à rescisão deverão indenizar a Rede TV! no montante equivalente a 30% do saldo do preço [no caso, o valor total do contrato]", complementa o contrato com o C13.
O presidente do Bahia, Marcelo Guimarães, um dos que se encaixam na cláusula, afirma que não assumirá a dívida. "Há interpretações a se fazer no contrato, de acordo com o que é conveniente. E esse contrato não tem efeito. Então, não há com o que se preocupar", afirma ele.
Sobre a assinatura de Koff em nome do Bahia, o cartola crê que ela não valerá. "Estou livre para dar e tirar procurações de qualquer pessoa. Posso pagar a dívida para o BicBanco e acabar com isso", argumenta Guimarães.
O contrato versa também que a saída dos clubes do quadro de associados do C13 ou até mesmo o fim da entidade não implicam em sua rescisão. A Rede TV! continuará com acordo em vigência com o restante dos times.
Procurada, a emissora disse que não iria se pronunciar.
Ontem, mais um clube assinou acordo com a Globo. O Fluminense foi o 14º a fechar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário