quinta-feira, 21 de abril de 2011

Cinco anos sem Telê Santana

Reprodução: Blog do Juca Kfouri

Emblematicamente, o mineiro Telê Santana morreu num 21 de abril, cinco anos atrás.
E está sendo lançada a segunda edição, atualizada,  de sua biografia, de autoria do jornalista André Ribeiro, pela Cia dos Livros.
Uma bela maneira de matar as saudades de Mestre Telê, que neste julho de 2011 completaria 80 anos de idade, não tivesse sido vítima de mau atendimento médico.
É o próprio autor do livro quem conta: “Além da atualização que fiz desde 2.000, com o martírio de seu tratamento, morte e homenagens póstumas, há uma contundente história escrita pela Conceição Lemes, sobre aquele estudo do AVC que, creio eu, você, em seu blog, tenha sido o único a divulgar na época. Além da publicação na íntegra desta reportagem, há uma atualização feita por ela, relatando minuciosamente a queda de braço com os médicos que trataram Telê e o Cremesp. Ela foi processada, impedida de receber um prêmio da “Revista Imprensa”, foi aos tribunais e venceu. Eu não sabia, mas o caso do Telê transformou-se em paradigma para mudanças nos hospitais que tratam vítimas de AVC”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário