sexta-feira, 1 de abril de 2011

Principal reforço de 2010 some da equipe

Reprodução: Folha.com
Rafael Reis

Cleber Santana jogou só três vezes neste ano

Cleber Santana não custou o mesmo que Luis Fabiano nem foi tão festejado quanto o atacante. Mas o volante foi a contratação mais cara do São Paulo no ano passado.
Reforço que, hoje, nem parece mais fazer parte do elenco do time do Morumbi.
Titular nas três primeiras partidas do ano, Cleber Santana perdeu a posição após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, em 22 de janeiro, e não retornou mais à equipe.
Com exceção do camisa 8, todos os outros volantes do grupo que iniciou a temporada com o técnico Paulo César Carpegiani foram utilizados desde então -Rodrigo Caio, recém-promovido aos profissionais, não aparece ainda no site oficial do clube.
Na derrota por 1 a 0 ante o Santa Cruz, quarta, em Recife, pela Copa do Brasil, Cleber Santana não ficou nem no banco de reservas. Já não havia sido relacionado contra o Corinthians, domingo.
Para ter metade dos direitos do jogador, o São Paulo gastou R$ 3,5 milhões no começo da temporada passada -o recém-chegado Luis Fabiano custou cinco vezes mais. Seu salário é de R$ 200 mil mensais, valor alto para a folha do clube do Morumbi.
Para reaparecer, o volante espera que Carpegiani coloque em prática as declarações de que este é o momento ideal para testes. Classificado para a fase final do Paulista, o time joga contra o Mirassol, domingo, em Barueri.
Dagoberto, Rhodolfo e Ilsinho estão suspensos e serão os desfalques são-paulinos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário