terça-feira, 17 de maio de 2011

Instabilidade técnica, Rivaldo e pipocas arranham imagem de 'clube-modelo'

Reprodução: UOL
Bruno Thadeu

O São Paulo sempre carregou a fama de clube-modelo, mas tem vivido dias conturbados, algo incomum no clube. A eliminação do time na Copa do Brasil causou um tsunami interno. Rivaldo atacou Carpegiani após o jogo, o treinador teve seu cargo colocado em risco e a torcida voltou a levar pipocas para o CT da Barra Funda, reativadas desde quando Kaká e Luis Fabiano foram alvos.
A reeleição de Juvenal Juvêncio também desagradou opositores e parte da torcida do São Paulo, que consideraram a vitória do mandatário um golpe à imagem de retidão do clube.
Mantido no comando técnico, Carpegiani ressaltou a importância de dirigir o São Paulo.
“Eu tenho vontade de seguir à frente de um clube organizado, um dos mais organizados do mundo”, externou Carpegiani.
O UOL Esporte separou alguns temas que causaram ruídos no cotidiano tricolor.

ATRITOS E INDEFINIÇÕES NO SÃO PAULO PÓS ELIMINAÇÃO NA COPA DO BRASIL

Boicotado?
Rivaldo saiu disparando fogo contra Carpegiani após a derrota contra o Avaí. O meia acusou o treinador de boicotá-lo pelo fato de ter chegado ao clube por indicação de Rogério Ceni. O discurso anti Carpegiani mudou. Rivaldo conta que descobriu com o goleiro que não foi bem assim e que o técnico aprovou sua chegada ao clube. Mas ficou a declaração pós jogo não pegou bem.

Desculpas para os dois lados
Carpegiani e Rivaldo adotaram posturas incomuns nesta segunda. O treinador não só aceitou aceitou as críticas feitas pelo meia, como chegou a pedir desculpa ao camisa 10 por ter usado palavras pesadas ao se referir a Rivaldo. O jogador negou ter errado, negou ter menosprezado o técnico, e pediu desculpa caso tenha ofendido alguém.

O poder de Rogério Ceni
Rogério Ceni intermediou a vinda de Rivaldo ao São Paulo, ajudou o meia a se reatar com Carpegiani e foi indicado ao posto de técnico do São Paulo, segundo postou o blogueiro do UOL Vitor Birner.



Juvenal na berlinda
Juvenal Juvêncio há tempos não sofria tantas críticas, seja por parte da torcida ou de dentro do clube. A oposição tricolor alega que o mandatário quebrou a imagem de "clube exemplo" ao alterar o estatuto e se prolongar no poder. Integrantes de uniformizadas acusam Juvenal de beber demais

Faixas, ovos e pipocas
Torcedores de uniformizadas do clube externaram seu descontentamento no acesso ao CT, coisa que há tempos não ocorria. Munidos de pipoca, faixas e ovos, os torcedores chamaram os jogadores de 'pipoqueiros' e chutaram os carros de Jean e Willian José. A eliminação na Copa do Brasil não foi digerida pela torcida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário