sexta-feira, 27 de maio de 2011

Odebrecht fez orçamento de R$ 1,5 bilhão

Reprodução: Folha.com

O orçamento de R$ 1.064.551.029 dado pela Odebrecht e que assustou os envolvidos na organização Copa em São Paulo não foi o maior apresentado pela empreiteira.
A Folha apurou que, antes de estimar esse valor, a Odebrecht chegou a realizar uma cotação de R$ 1.551.299.008 para a construção do estádio -mais que o dobro do estimado pelo Corinthians para o Itaquerão, R$ 650 milhões.
Pontos como a terraplanagem, a cobertura e as instalações da arena foram grandes impulsionadores do preço da obra.
Pela cotação mais cara, esses três itens custavam respectivamente R$ 42,1 milhões, R$ 161,9 milhões e R$ 171,7 milhões.
Já no orçamento otimizado apresentado pela Odebrecht, ao qual a Folha teve acesso, a terraplanagem, por exemplo, teve o custo reduzido para R$ 26,9 milhões. O da cobertura, para R$ 102,8 milhões. Das instalações, para R$ 162,5 milhões.
"Nosso orçamento para fazer a terraplanagem, por exemplo, sai por menos de R$ 30 milhões", afirmou Juan Quirós, presidente da Advento, quando confrontado com os números.
O arquiteto Aníbal Coutinho, autor do projeto, falou que não teve acesso aos orçamentos da Odebrecht. "O Corinthians pediu o projeto com o objetivo de apresentar a outras construtoras. Eu enviei", disse Coutinho. "Esse tipo de consulta de preços é normal no mercado."
Procurada, a assessoria da Odebrecht disse que o contrato com o Corinthians a impedia de falar sobre o tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário