quinta-feira, 19 de maio de 2011

Promotor sofre resistência para implantar torcida única em SP

Reprodução: Folha.com

O promotor Paulo Castilho, do Juizado Especial Criminal, está encontrando resistência do próprio Ministério Público para implantar a determinação de permitir que apenas uma torcida possa assistir aos clássicos nos estádios de São Paulo. A FPF (Federação Paulista de Futebol) também é contra a idéia.
A informação é da coluna de Mônica Bergamo publicada nesta quinta-feira na Folha e cuja íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha.
Paulo Castilho cogitou a possibilidade da decisão do Campeonato Paulista entre Santos e Corinthians ser disputada com torcida única. No entanto, a ideia foi descartada. A torcida visitante teve direito a 5% da carga total de ingressos.
A decisão do Campeonato Mineiro entre Cruzeiro x Atlético-MG foi disputada com torcida única. Na primeira partida, apenas a torcida do Atlético-MG pode assistir ao jogo no estádio. No segundo duelo da final, apenas os cruzeirenses acompanharam o confronto.

Comentário do blog
Proibir jogos de futebol duas torcidas é admitir a incompetência para realizar um evento. Os torcedores são a razão de ser do futebol.
Se querem preservar a segurança daqueles que comparecem ao estádio que prendam os baderneiros  ou que se acabe com as "Torcidas Organizadas".

2 comentários:

Batatinha disse...

Como já dizia um ex patrão, que aliás você Guedex conhecia bem - Toda proibição é burra.

A proibição em si demonstra a incapacidade de gerenciar e controlar a situação que está sendo proibida.

Muito mais fácil proibir do que resolver a questão.

É o fim do futebol conforme conhecemos, Da paixão por torcer, da disputa sadia entre rivais torcedores nos estádios, da grande festa. Enfim, .....

Então proponho algo ainda melhor - vamos logo pular esta parte e implantar de uma vez o futebol televisivo. Apenas jogadores, dirigentes e jornalistas nos estádios, (que aliás nem precisam mais existir. Podem ser simples campos com altissima tecnologia, mas sem arquibancadas, estacionamento, acesso, infra local, etc. Olha que economia). Os "torcedores" passam a ter uma cobertura ampla, geral, detalhada, magnífica, pela televisão, rádio e internet.
Olha que coisa fantástica. Acabam os problemas não é?

Para mim torcedor organizado é tudo bandido. E não em venham com o papo de que não podemos generalizar.
Podemos sim.
Se eu estou em um local ou comunidade que gosto e tem bandidos, ou eu luto contra eles e acabo com isso, ou sou conivente. E conivente pra mim é bandido também.

Guedex disse...

Batatinha,
Essa sua idéia de "futebol televisivo" não é
uma proposta, é uma profecia.

Postar um comentário