quinta-feira, 30 de junho de 2011

Cai último obstáculo para construção do Monotrilho


O Tribunal de Justiça de São Paulo cassou hoje a liminar da SAVIAH (Associação dos Amigos da Vila Inah) que impedia a realização das obras da Linha 17-Ouro que beneficiará diariamente cerca de 260 mil pessoas e que terá uma estação na frente do Estádio do Morumbi.
Como a licitação já havia sido realizada, o Metro e a construtora Andrade Gutierrez devem assinar o contrato já na próxima semana.
Enfim uma boa notícia.

2 comentários:

thiagovm disse...

Fala Guedex!

Cara, estive lendo no site do Deputado Aurélio Miguel os motivos que o levaram a ser contra o monotrilho. Em princípio, eu achava um absurdo que alguém fosse contra o projeto, ainda mais sendo um conselheiro Tricolor (cheguei até a ler que ele era contra pois tem um empreendimento na região que seria desapropriado). Porém, vejo que ele é favorável ao metrô convencional no lugar do monotrilho e nisso eu concordo com ele. O monotrilho tem uma capacidade bem reduzida comparada ao metrô subterrâneo, além de ter um impacto visual negativo (ainda mais pra uma cidade tão poluída visualmente como é SP).
Acho que o grande benefício que o São Paulo terá com o monotrilho será com relação aos pequenos jogos e em dias sem jogos para poder receber o pessoal da região hoteleira para visitação. Para os grandes jogos, acho que será complicado, assim como para dias normais em horário de pico.

Abraço!

Guedex disse...

Thiago,
Claro que o Metro é bem melhor. A questão é custo. Ou é monotrilho ou é NADA.

Postar um comentário