sexta-feira, 17 de junho de 2011

Nota Oficial: Comissão de Reformas do Estádio do Morumbi

Reprodução: Site Oficial do SPFC

Passado um ano desde que o site da CBF postou anúncio lacônico e arbitrário da suposta exclusão do Estádio do Morumbi da Copa do Mundo de 2014, é o momento de o São Paulo Futebol Clube vir a público para agradecer e prestar contas.
Agradecer pelo maciço apóio que recebeu da opinião pública Paulista e Brasileira desde então, refletida nas inúmeras manifestações de solidariedade e indignação que cidadãos que, independentemente da paixão clubísitica que professam, entenderam no ato praticado violência injustificada não contra um Clube, mas contra a Cidade de São Paulo e, do alto de sua importância, contra  o Brasil.
Para tanto, essencial reconhecer o trabalho da imprensa isenta, que fez e faz de forma brilhante, o seu papel fiscalizador ao comentar os fatos daquele momento tormentoso e de todas as situações que, desde então e até hoje, revelam cenário de incerteza e indefinição.
A imprensa informa, opina, reverbera a amplifica a voz e o pensamento do cidadão em sua casa e nas ruas e nisso faz com do seu ofício função nobre e essencial para a Democracia.
Ao prestar contas, o São Paulo informa que, em nenhum momento, parou de trabalhar na modernização de sua arena e assim continuará fazendo, incessantemente, observando, no que couber, os projetos formulados em vista das adaptações para a Copa de 2014 e os cronogramas então elaborados.
O Estádio do Morumbi em junho de 2011 já tem praticamente concluída a reforma do Setor Inferior, em andamento a reforma do Setor Intermediário e o Clube trabalha para viabilizar a construção da cobertura de todos os seus assentos.
A População Paulista e Brasileira pode estar segura de que o reconhecimento do São Paulo Futebol Clube ao apóio recebido em todos os momentos se dará no esforço do Clube em tornar o Estádio do Morumbi ainda mais confortável e moderno, de modo que, quando 2014 chegar, São Paulo terá o Estádio do Morumbi pronto e preparado para continuar recebendo os maiores eventos esportivos e culturais realizados na Cidade de São Paulo.
 

5 comentários:

Anônimo disse...

Tudo sem dinheiro público!




Helder

Rogério ::: ... ... disse...

Apesar de todo o esforço da diretoria sãopaulina, hoje, depois de toda a sujeira que, diariamente, é despejada sobre a Copa da Fifa, eu, particularmente, não gostaria que nosso estádio fosse utilizado para esta finalidade. Sei que já está descredenciado faz algum tempo, mas como nós sãopaulinos não compactuamos com a corja, penso que com as obras concluidas o São Paulo FC deveria alardeá-las aos 4 ventos, preparando uma enorme festa de reinauguração, e dizer que o estádio, pronto e acabado, não estará disponível para a Copa.

Renato - Bela Vista disse...

Guedex,

trago para o seu conhecimento, caso você ainda não tenha lido, o seguinte link: http://www.corinthians.com.br/portal/noticias/2011/06/17/16h58-id12092-de+novo+essa+gente+diferenciada.shtml

Jamais acessaria este site por conta própria. Mas a minha curiosidade ao ver ele postado por um empenado no site da ESPN provocou-me a entrar no site oficial desse clube de itaquera.

Trata-se de um comunidado oficial, tal como o do São Paulo. Ao ler esta do carta emitida pelo Diretor de Negócios Jurídicos do Sport Club Corinthians Paulista, Sérgio Eduardo Mendonça de Alvarenga, peguei-me gargalhando alto. O sujeito tenta empurrar um ar elitista daqueles que se posicionam contrários ao incetivo fiscal do Itaquerão. Para isso, sustenta o diretor que esse posicionamento é comparável com manifestaçao contrária a construção do metro de Higienópolis. Claramente descabido o paralelo traçado. Com esta comparação o diretor busca o apoio da camada menos favorecida da população. Vejo que o recurso adotado pelo corintiano é um verdadeiro sinal de desespero.

Quero ler sua opinião sobre o tema, ou, quem sabe, um post. Vale a leitura.

abs

Guedex disse...

A declaração dessa pessoa demonstra o desespero a diretoria do SCCP. Os próximos passos serão manifestações (violentas) nos estádios, passeatas e etc...
Querem apelar para o lado emocional uma decisão que é técnica e FINANCEIRA.
Se eles estivessem construindo o estádio sem utilizar dinheiro público não haveria problema algum.

Abraço!

Renato - Bela Vista disse...

Simples assim, Guedex!! tic-tac, tic-tac, tic-tac

Postar um comentário