terça-feira, 12 de julho de 2011

Alguém pode me explicar?


Os jornais de hoje noticiam que o COL/São Paulo entregou ontem, um dia antes do prazo estabelecido, as garantias financeiras para a construção do Itaquerão.
Ótimo, parabéns pela a pontualidade!
Só não entendi uma coisa: como se pode oferecer garantias para uma obra cujo orçamento ainda não está fechado?
E porque o orçamento ainda não está fechado? Ora, porque o projeto ainda está sofrendo alterações na utilização de materiais e equipamentos das instalações para diminuir seu custo. Ou seja, o projeto também não está fechado.
Deduzo então que, não estando definido, o projeto do Itaquerão também não foi aprovado pela FIfa.
Mas, deixando esses “pequenos” detalhes de lado, como pode o COL/São Paulo oferecer como garantia uma verba (R$ 420 milhões dos CID’s) que hoje não existe, uma vez que sua liberação está condicionada a realização da abertura?
Tudo bem, o KASSAB provavelmente vetará essa condicionante, mas o fato de ainda não tê-lo feito já desqualifica a garantia. Vai que...
Será que o COL/São Paulo foi ao COL/FIFA para dizer: “La garantia soy yo”?

Atualizada às 15h55
Segundo Eduardo Ohata, do Painel FC, parte das garantias financeiras apresentadas ontem pelo COL/São Paulo, é um Fundo de investimento Imobiliário que será criado e administrado pelo SCCP/Odebrecht.
Este fundo seria o garantidor do empréstimo a ser tomado junto ao BNDES.
Porém, como já foi amplamente divulgado ela mídia, o BNDES não aceitou este fundo como garantia, motivo pelo qual, exigiu que fosse contratado um banco repassador dos recursos, sendo este o responsável pelo fornecimento das garantias ao órgão federal.
Como esse banco ainda não foi definido (ou então é mantido em sigilo), o acesso à linha de crédito de R$ 400 milhões disponibilizada pelo governo federal ainda não esta garantida.
Na tarde de hoje está prevista uma entrevista do presidente do SCCP e talvez tenhamos a revelação que um banco federal (BB ou Caixa) seja esse agente repassador, o que tornaria o Tesouro Nacional (nosso dinheiro), o avalista do empréstimo.
Cara de pau para isso não lhes faltam.

8 comentários:

Anônimo disse...

Eu diria que "la garantía es nosotros"...
infelizmente.

andre teixeira disse...

A única explicação possível é que o Corinthians está tendo boa administração. Porque com os 400 milhoes que o prefeito deu mais os 300 que o BNDS vai dar (o verbo é dar mesmo), ainda faltam uns 200 milhões que vão ser conseguidos com dinheiro próprio. Como vão contratar o Tevez (90 milhões) e todo mundo lá é honesto, está sobrando dinheiro, então só pode ser boa administração.

Anônimo disse...

Esse assunto já deu o que tinha que dar... Se as autoridades não tomarem providencias, não acontecerá nada... A Dilma podia chamar o seu Ricardo C... Montão Teixeira e dizer a ele que faça a copa com o que tem instalado já que temos outras prioridades... Mas isso ela não vai fazer então... fica dificil....

Renato - Bela Vista disse...

By Guedex, aonde é que eu assino? Questões pontuais que merecem esclarecimentos. Abs!
Ps. Palpite: Itaquerão não sai.

Anônimo disse...

brasil-sil-sil!

Anônimo disse...

Copiando o amigo acima:

A garantia somo "nozes"






Helder

Anônimo disse...

O Estadão já está dando Inês por morta e dizendo que a FIFA aceitou as "garantias".

Anônimo disse...

Vejam como é a manipulação: quem aceitou foi o COL (cujo presidente é Ricardo "Cagando Muito" Teixeira). A FIFA apenas observa de longe e a sua última manifestação é que só anuncia o local da abertura em Outubro.

Agora pergunto eu: se o SCCP tem tanto dinheiro sobrando para comprar o Tevez, não seria o caso da prefeitura reduzir o valor do incentivo?

Postar um comentário