quarta-feira, 13 de julho de 2011

Menos um


Como resultado das declarações de Turíbio Leite de Barros (veja aqui), o analista de desempenho Wellington Valquer, com 15 anos de casa,  foi demitido pelo SPFC por suas ligações com ex-fisiologista do Tricolor.
Como estamos “de fora” não dá para saber se a medida foi acertada ou não, mas me preocupa (e muito) o desmanche que está sendo feito na estrutura do SPFC.
Não acho que os profissionais (qualquer um) sejam intocáveis, mas acredito que as mudanças devam ser feitas com planejamento e visem qualificar a estrutura existente.
As últimas alterações no REFFIS e na comissão técnica tricolor não contemplam nem uma coisa, nem outra.
A demissão de Wellington Valquer demonstra a falta de cintura e habilidade política desta diretoria, que quando confrontada parte para o revide.
Foi assim com a Fifa, CBF, FPF, clubes rivais, Globo... e assim foi com o “coleguinha” do Turíbio.

10 comentários:

Anônimo disse...

Concordo em genero, número e grau. Não fosse a inabilidade da diretoria e presidencia tricolor que não sabe fazer relacionamento com ninguém. (Briga com todo mundo - CBF, FPF, FIFA etc), não estariamos aqui tendo que criticar estádio do SCCP. Hoje vivemos a era do relacionamento. As pessoas só fazem negócios com amigos, conhecidos etc. Você faria negócio com alguém que só te critica??? Que quer te derrubar???

A diretoria do SPFC que se colocar como sendo de ponta, evoluida e etc, não sabe fazer isso... fica isolada, e desse jeito fica dificil de se obter bons resultados. Além disso se rebaixa nesse tipo de situação. Apesar que se o carinha ai fica vazando informação tem que sair fora mesmo.

Guedex disse...

Sim, se o cara é X9 tem que vazar mesmo, Mas ANTES, contrata outro.

Anônimo disse...

Eu só sei de uma coisa: tem algo errado no SPFC. O SPFC, infelizmente, perdeu o diferencial. O Tricolor se nivelou aos demais (nivelou-se por baixo, diga-se de passagem)... não acredito que os rivais cresceram, acredito, sim, que o São Paulo se perdeu em algum ponto da trajetória.
Menos conversa, menos provocação, menos miopia de torcedor na liderança do Tricolor... mais trabalho e seriedade.

Anônimo disse...

Qual é o maior inimigo do SP?
CBF? FPF? Galinhada? Sardinhas? Leitoas?

Não, é o ego e complexo de "acima do bem e do mal" da diretoria do clube.

Anônimo disse...

Eu só sei uma coisa, é muito corneta modinha, impressionante. Não me venha com esse papinho que é sua opinião, modinha do caralho!!

O clube fez tudo certo, mandou embora um funcionário que não aparecia no clube, não batia ponto, não respeitava sua prioridade que era o São Paulo F.C. Mesmo assim a instituição o mandou embora SEM REVELAR o pq para preservar um profissional que o ajudou muito. Agora esse mesmo vem e fala asneiras, anti-ético do caralho e mesmo assim a torcidinha de cocozinhos vem e fala mau da diretoria, vão torcer para o tima da marginal sem numero que esse sim se identifca com vcs modinhas.

Anônimo disse...

É o JJ "limpando a área" ... todos os ditadores começam devagar e depois afastam as pessoas que não "pensam" como ele ... o SPFC que se cuide ... já vimos este filme antes ...

Geraldo

Anônimo disse...

O comentário feito sobre o SPFC estar se nivelando por baixo foi meu. Meu nome é Marcel. Tenho 30 anos e nasci sãopaulino. Venho de uma família de gerações de corinthianos e palmeirenses. Assistos aos jogos do Tricolor nos estádios totalmente as minhas custas. Sou sócio torcedor. Acho que tenho um direito de falar sobre eu time.
E mais, concordo com o cara que disse sobre ego. Infelizmente, a direção do Tricolor está se deixando dominar por sentimentos baixos. Torço pra que essa fase passe e o SPFC reencontre o caminho das vitórias dentro e fora de campo.

Rafael disse...

O fato é que os dirigentes do São Paulo FC não são marfiosos, e, por isso, não negociam com os marfiosos que você citou, Guedex.
É de um interesse político imenso a máxima excelência do REFFIS. Então creio que o São Paulo FC tenha sim ponderado bastante para demitir esse funcionário.
Já estou cansado de alguns de seus profissionais ficarem criticando o clube, enquanto empregados, na imprensa dessa forma. Quando deveria fazer essas críticas a portas fechadas, a quem interessa, a fim de conseguir algo positivo, produtivo e verdadeiramente nobre.
Temos que lembrar que muitas vezes até um mal empregado (mais nocivo do que benigno a seu empregador) também pode ser talentoso.

Anônimo disse...

Um não ia trabalhar, outro supostamente X9, bem, tem quem goste de gente assim, eu não, que contratem outros profissionais, dessa vez menos pedantes, arrogantes, fofoqueiras e vagabundos.

Se tem tanto curriculum assim tem o Real Madrid pra trabalhar e não ficar chorando e detonando o trabalho dos outros.

Pra quê grife se não há trabalho? Fica a pergunta.



Helder

Guedex disse...

Será que não é possível vc expressar sua opinião sem xingar os outros?

Postar um comentário