quarta-feira, 20 de julho de 2011

O primeiro treino de Adilson Batista no Sampa

Reprodução: LANCE!NET
Renato Rodrigues

Os ânimos estão renovados no São Paulo. Em seu primeiro dia de trabalho no São Paulo, Adilson Batista chegou bastante animado para comandar o treino, na manhã desta terça-feira, no CT da Barra Funda. É o começo de uma nova era.
Após uma conversa amistosa com o elenco, bem ao centro do gramado, o novo comandante colocou os jogadores para ralar. Adilson implantou um tipo de treinamento que não era muito comum com Paulo César Carpegiani. Com o campo reduzido em um quadrado, ele dividiu o elenco em dois times e iniciou um trabalho técnico, em que os jogadores só podiam dar dois toques na bola.
Enquanto trocavam passes, Adilson, no centro no campo, contava a quantidade de jogadores que tocavam na bola. Após dez vezes em que a bola passava de pé em pé, os jogadores podiam fazer gol em qualquer uma das quatro metas espalhadas no campo. A atividade é bem interessante, já que além de trabalhar a posse de bola e o raciocínio rápido dos são-paulinos, aprimora a marcação sob pressão no adversário.
Enquanto contava os passes, Adilson fazia questão de motivar os jogadores aos gritos, fazendo até algumas brincadeiras em jogadas que não devam tão certo. Os jogadores por sua vez fizeram questão de mostrar serviço no primeiro dia do chefe. Carrinhos, divididas e muita disposição foi o que se viu durante a atividade. Outro aspecto que também motiva é a chegada de novos reforços. Ninguém que perder vaga no time.
O novo treinador chegou até a arriscar alguns piques e batidas na bola. A linguagem boleira que usava para incentivar os jogadores parecia agradar os atletas em campo.
Chamou a atenção  também ele já saber o nome dos jogadores. Ninguém chegou a vê-lo chamando algum comandado pelo número da camisa, fato que acontece muito com treinadores recém-chegados.
Tratando-se do seu primeiro contato direto com os jogadores na hora do trabalho, a impressão foi muito boa. Ao término da atividade, foi possível ver seu auxiliar técnico, Ivair Júnior, batendo papo individualmente com alguns jogadores. Pode ser o começo de um bom trabalho.

3 comentários:

Leopoldo Molica disse...

É o q todos nós torcemos. q ele de certo!

Alan D Avila disse...

Que dê certo, torço por ele!

Anônimo disse...

Agora é hora de torcer não de criticar... Vamos dar tempo para o homem. Me parece que o perfil dele é mais de treinador (tipo Muricy) e menos de Manager (Luxa), é desse tipo de técnico que todo time precisa e que dá certo no tricolor.

Postar um comentário