terça-feira, 30 de agosto de 2011

Diretor diz que "seis ou sete" são-paulinos foram fortemente assediados para sair

Reprodução: UOL

O diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, disse que o clube tem sofrido com o forte assédio do mercado europeu. Sem citar nomes, ele falou que pelo menos seis atletas receberam propostas para sair.
“A gente teve aí seis ou sete jogadores assediados, mas o nosso intuito é ser campeão e a gente não pode abrir mão de nenhum desses jogadores, que fazem parte aí dos 18 a 20 tido como titulares”, falou o dirigente.
O último capítulo do assédio aos jogadores do time tricolor foi com o zagueiro Rhodolfo, que recebeu uma proposta da Juventus da Itália para que ele deixe o São Paulo já na janela que se encerra no final deste mês.
O São Paulo chegou até a divulgar uma nota oficial negando qualquer possibilidade de vender o atleta, que é o principal nome do setor, que atualmente conta com cinco jogadores de ofício no elenco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário