terça-feira, 30 de agosto de 2011

Equipe saiu no lucro no primeiro turno

Reprodução: LANCE!NET
Marcio Porto

Apesar dos pesares, o balanço do primeiro turno do São Paulo, no fim das contas, pode ser considerado positivo. Primeiro porque a equipe sempre esteve no topo da tabela. Embora não seja líder desde a sexta rodada, não perdeu o Corinthians de vista, hoje apenas dois pontos na frente. E isso com problemas dos mais variados, muito mais do que o rival, por exemplo.
Do elenco do Alvinegro paulista, quatro jogadores ficaram um tempo parado por lesão: Liedson, Julio Cesar, Chicão e Fábio Santos. O problema do último será o único que ultrapassará um mês de recuperação. Já o Tricolor ficou sem Rhodolfo, Xandão (titular até a chegada de João Filipe, contratado às pressas), Luiz Eduardo, Henrique Miranda, Rodrigo Caio, Denilson (que está parado atualmente) e Fernandinho. Sem falar em Lucas, que perdeu jogos com a Seleção Brasileira, principalmente na Copa América, e o quarteto da Seleção Sub-20: Bruno Uvini, Casemiro, Willian e Henrique, mais de um mês afastados. É um time inteiro. Lembrando que o Corinthians também teve Ralf convocado para amistoso na Alemanha.
Diante disso, com Adilson Batista tendo aos poucos seu elenco inteiro nas mãos, a tendência é que a equipe fique mais fortalecida, como já mostrou no clássico contra o Santos, no último domingo. Assim, terá tudo para parar com os vacilos, principalmente dentro de casa. Nos últimos jogos em casa, até saiu na frente (contra Palmeiras, por exemplo), mas cedeu o empate depois. Com mais atenção, ou os adversários, o Corinthians principalmente, se cuida, ou a vacilada de deixar o rival próximo pode custar caro. Bom para o São Paulo.

Comentário do blog
Fora o relatado acima, o São Paulo ainda teve a troca de técnico.
Colocando tudo na balança diaria que está ruim, mas está bom.

5 comentários:

Guedex disse...

Anônimo,

Sem querer exclui se comentário, me desculpe.

Por favor inclua novamente.

Abraço!

Fabio disse...

guedex, tranquilo... não me lembro exatamente das palavras. mas o teor era basicamente o mesmo do seu post.

com mais opções para o treinador, a tendência é que o time suba de produção no segundo turno. espero que dê certo.

vou aproveitar para adicionar um comentário: não gosto muito do adilson. dos últimos treinadores, é o que menos gosto. contra o santos, por exemplo, acho que ele errou ao não reforçar a marcação no meio campo quando o time ganhava por 1 a 0 com um jogador a menos, jogando fora de casa. errou mais ao tirar um jogador rápido (que vinha mal, é verdade) que podia puxar contra ataques para colocar um homem mais de área. em outros jogos, também discordei muito de substituições que ele fez...

Guedex disse...

Fábio,

também não gostei da saída do Dagoberto, mas vamos dar um crédito ao Adilson.
Não tem jeito mesdmo...

Carlos Balaró disse...

Realmente saímos no lucro mas, se contarmos os vacilos (Atléticos do PR e GO, Botafogo e Vasco, todos em casa, e América MG, fora), poderíamos estar uns 4 ou 5 pontos na frente dos gambás. O segundo turno será tão duro quanto o primeiro, o que significa não perder pontos em casa e biliscar fora. Se o Luis Fabiano retornar bem e o Cañete mostrar serviço, acho que podemos faturar o campeonato.

Anônimo disse...

Desculpem-me: sou da "velha-guarda" acompanho o SPFC desde 1986, agora muito mais perto, devido ao "advento" INTERNET, digo que "SE" vier algum título será bem vindo, mas ainda acho que essa equipe está sendo preparada para os próximos anos, não ficarei triste se fizermos o tri-nada, sei que a equipe, ano que vem, comerá a bola! Essa equipe muito me lembra a de 2004.

Abel Junior

Postar um comentário