quinta-feira, 15 de setembro de 2011

São Paulo negocia a construção de três hotéis no estádio do Morumbi


Reprodução: globoesporte.com
Marcelo Prado

Empreendimentos seriam feitos na laje do novo edifício que será erguido na avenida Giovanni Gronchi e tem orçamento de R$ 100 milhões

O estádio do Morumbi é carta fora do baralho na Copa do Mundo de 2014. Mas nem por isso o presidente  do São Paulo, Juvenal Juvêncio, desistiu de tocar as obras de modernização do Cícero Pompeu de Toledo. A diretoria trabalha a todo vapor para até o final do ano anunciar três grandes projetos: as construções da cobertura, da arena multiuso e de três hotéis. Tudo, segundo os cartolas tricolores, ficaria pronto no início de 2014.
Desenho mostra onde seriam construídos os hotéis no Morumbi (Foto: Marcelo Prado/Globoesporte.com)

Os hotéis seriam erguidos em cima da laje do edifício que será erguido onde hoje é a entrada da arquibancada da avenida Giovanni Gronchi. Seriam feitos três prédios, mas ainda não foi definida a capacidade de leitos do projeto. O São Paulo cederia gratuitamente o local, não arcaria com nenhum custo na construção e receberia mensalmente uma parte do lucro.
- A ideia surgiu em uma reunião quando percebemos que o Morumbi está no meio de dois grandes hospitais, o Albert Einstein e o São Luiz. E muita gente vem a São Paulo apenas para fazer exames e precisa de um hotel por poucos dias. Os hotéis mais pertos ficam no final da Giovanni Gronchi ou na avenida Luiz Carlos Berrini. Esses hotéis teriam movimento constante e ainda seriam uma ótima fonte de renda ao clube – explicou José Francisco Mansur, assessor direto do presidente Juvenal Juvêncio.
A nova obra inicialmente foi orçada em R$ 100 milhões, mas existe a possibilidade de ela ainda ser barateada. A conversa do Tricolor é com o grupo Accor, que colocaria suas três bandeiras no Morumbi: Mercure, Ibis e Fórmula-1. O prazo de execução da obra seria de aproximadamente 15 meses.

Projetos da cobertura e da arena multiuso perto de virarem realidade

Paralelamente ao hotel, o São Paulo trabalha para encerrar a negociação com a empresa que irá bancar a construção da cobertura do estádio e que, em troca, receberá o direito de colocar o nome na arena multiuso que será construída em um dos gols do estádio do Morumbi. Com isso, o local poderá sediar eventos com capacidade para 25 mil pessoas sem utilizar o gramado.
Nova arena seria construída atrás de um dos gols do estádio  (Foto: Marcelo Prado/Globoesporte.com)

- Essa ideia da arena multiuso será fantástica porque a cidade de São Paulo hoje conta com o Morumbi para grandes shows ou com as casas de espetáculo que abrigam até oito mil pessoas. Com a capacidade de 25 mil, a arena pode sediar shows, jogos de tênis, lutas de boxe ou do UFC e até eventos fechados de qualquer empresa - ressalta Mansur.
- O projeto de arquitetura já está pronto, as conversas com patrocinadores estão em estágio avançado. Assim que o contrato for assinado, as obras começarão imediatamente e o clube, em 18 meses, terá o Morumbi coberto e a arena pronta – emenda o assessor de Juvenal.
Monotrilho vai ligar a estação de metrô ao estádio do Morumbi (Foto: Marcelo Prado/Globoesporte.com)

A ideia de Juvenal Juvêncio e seus representantes é que em 2014 o estádio esteja totalmente pronto, integrado ao metrô da linha 4 através do monotrilho que será construído pela Prefeitura e com um estacionamento subterrâneo que será feito na praça em frente ao estádio.
Esse é o esboço de como será o Morumbi em 2014. À direita, colado no estádio, está o edifício branco onde na laje seriam construídos os três hotéis  (Foto: Marcelo Prado/Globoesporte.com)


Comentário do blog
Essa matéria me deixou bastante esperançoso em termos um estádio moderno e rentável num futuro próximo.
Embora considere sua viabilização bastante complexa, torço muito para que tudo isso se realize.
Apenas uma coisa me intrigou: a última imagem (onde aparece a praça) mostra o estádio com um projeto de cobertura que já foi especulado em 2009 (veja aqui). Depois dele houveram outros dois (a cobertura em acrílico e o projeto da GMB).
Hoje o UOL traz uma matéria com o Julio Casares em que o dirigente revela que a intenção é que a arena de shows seja totalmente coberta.
Sendo assim, acredito que a cobertura do Morumbi deverá ficar mais próxima da imagem abaixo, que também não é nova.

Um comentário:

Anônimo disse...

Um hotel junto ao estádio ... sei não ... os moradores das vizihanças já reclamam do barulho ... imagem os hóspedes do hotel ... e em dias de shows ??? ... quanto a cobertura ...está igual ao itaquerão e a arena palestra ... cada dia uma notícia diferente ... quem viver verá ...

Aliás, ontem eu ouvi no rádio (só não me lembro qual), que alguns conselheiros do próprio SPFC, estariam tentando barras qualquer iniciativa de modernização do Morumbi ...

Geraldo

Postar um comentário