segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Esse Dagoberto é ...


... um craque!
Fez um golaço ontem. Está chutando uma barbaridade de longa distância.
Talvez seja o caso do Sâo Paulo tentar sua renovação de contrato.

... uma besta!
Se não fosse o juiz ter “pipocado”, teria sido expulso novamente por dar uma entrada violenta, completamente desnecessária, um minuto após fazer o gol e tomar cartão amarelo por ter tirado a camisa.
Ainda bem que sua passagem pelo clube está no fim.

12 comentários:

Abel Junior disse...

Sobre ele; demorou, vai logo embora seu merda!

Ricardo M. Reis disse...

Esse tipo de atitude,cartões bobos,desinteresse em alguns jogos que faz c/ que ele ñ compense pagar os 300 mil que ele pensa que vale

Rogério ::: ... ... disse...

Guedex, a segunda opção é a mais correta.

Dagoberto é uma B.E.S.T.A.

"Ainda bem que sua passagem pelo clube está no fim."

Marcelo Abdul disse...

Eu tenho a seguinte opinião.

Dagoberto é um grande coadjuvante mas não tem a capacidade de ser a estrela principal. O são paulino não pode projetar no Dagoberto a alcunha de "craque". Aquele atleta que chama a responsabilidade.

Uma pena que vá embora. Apesar dos pesares é um bom jogador. Só precisa do técnico certo.

Rogério ::: ... ... disse...

O São Paulo FC é um bom time. Com as enganações Fernandinho e Dagoberto em campo joga ivariavelmente com 1 a menos em campo (jogadores meia boca), sendo muito otimista. Agora com um centroavante de verdade é chegada a hora de repensar estas enganações.

Se é por falta de adeus FORA Dagoberto e FORA Fernandinho.

Wellington tem que jogar de volante. Se é prá improvisar um lateral que seja o Jean, que já se acostumou por lá.

Assim definido que é RC; Piris (Jean), João Filipe, Rodholfo e Juan (que não me agrada);
Denilson, Wellington e Rivaldo; Lucas e Cañete (ou um Lucas pelo lado esquerdo) e Luis Fabiano.

Rivaldo é importante neste time para, após a retomada da posse da bola, organizar o contra ataque, colocando Lucas e Cañete (se for a sua) para correr. Estes fazem o pivô no Luis Fabiano e ficam na cara do gol. Ou pivô nos laterais e lançam bola na área para o Luis Fabiano. Rivaldo é fundamental também para cadenciar o jogo evitando somente o jogo em correria.

Ainda bem que o ano está acabando. Assim uma nova limpeza deverá ocorrer. FORA Dagoberto, FORA Fernandinho.

Hoje com Luis Fabiano recuperado, por incrível que possa parecer, temos muitos centroavantes. Henrique e Willian José que foram pouco aproveitados sem um centroavante, agora com o Luis Fabiano serão menos ainda. Ou eles mudam suas características para jogarem pelas laterais ou um deles deverá ser dispensado, talvés o Willian José já que o Henrique renovou recentemente.

Precisamos, assim, de pontas (ou como queiram chamar) para tirar um dos zagueiros adversários da área, nas tabelas com os laterias, e assim abrir espaço na área para o Luis Fabiano. Dagoberto (FORA!) e Fernandinho (FORA!) não são estes jogadores (que me desculpem os demais jogadores por chamar estes 2 de jogadores).

Ainda é possível ganhar o Brasileirão ou mesmo a Sulamericana. Mas é INADIMISSÍVEL a não classificação para a Libertadores.

Daniel disse...

Li uma coluna (não lembro qual jornal e nem o cronista, se alguém puder ajudar) falando que existem quatro tipo de Dagoberto, o da TV, da arquibanda, etc.

É impressionante a sua displicência com a jogada, a TV não pega isso, mas que está na arquibancada vê que ele encara o jogo como se fosse uma pelada, fica de costas para a jogada muitas vezes.

Gostaria de saber, pq ele tirou a camisa? O São Paulo estava perdendo em casa, havia apenas empatado o jogo. Que atitude foi aquela?

Adilson acabou com o ataque do São Paulo. Se era para manter o meio de campo deveria ter trocada o Luis pelo Rivaldo e não Carlinhos.

Parabéns pelos 3 anos de Blog, imagino que não seja fácil a dedicação que esse bebe toma!

Abel Junior disse...

Os 4 Dagobertos: http://www.spfc.net/news.asp?nID=64676

Repito: O "Dagol" me enganou até 2009, depois que fui vendo os jogos contra equipes fracas que ele arrebentava e nos clássicos ou contra equipes grandes, ele "sumia", bem parecido com um tal de Hernanes! Só que esta postura eu culpo mais o Muricy, que, por mais que o meu espírito de torcedor se negue aceitar, o SPFC de 2006 pra cá, vem jogando cada vez menos, só que nos anos do tri ficou escondido pelas conquistas! Ou alguém já esqueceu dos 6 x 1 no Mengo ou os 5x1 no SCCP em 2005? Pois é, 2005 o último ano que o SPFC jogou bola como sua PESADA CAMISA MANDA!

FORA UMA PORRADA DE GENTE!

Carlos Balaró disse...

Estou na regressiva para comemorar sua saída do Tricolor.

Anônimo disse...

Para mim, o Dagoberto teria condições de se firmar como um grande jogador (não tô chamando de craque), o problema é a cabeça... ainda falta muita maturidade.
Fala um monte de besteira, fica usando a imprensa pra criar caso, aparece em uma partida e some nas seguintes, reclama o tempo todo em campo quando não terminam a jogada com ele e o pior de tudo, quando faz besteira no ataque fica cheio de mimimi e esquece de ajudar na marcação (as vezes até complica com impedimento qdo o SPFC recupera a bola rapidamente). Acha q o mundo gira ao redor do umbigo dele.
Daniel, vc tem dúvida que aquela comemoração toda no gol era por ter "aparecido" mais que o Luis Fabiano que era a estrela da festa? Ele sabe que tá pressionado, que perdeu o lugar que nunca deveria ter sido dele, mesmo com a sua saída iminente.
Já vai tarde...

Alan D'Avila disse...

O filho da mãe faz uns golaços, mas sua displicência e sua "cabeça de bagre" faz com que os torcedores o queiram fora do tricolor mesmo, se ele fosse mais centrado e aguerrido ...

Anônimo disse...

Ainda bem que sua passagem pelo clube está no fim

Anônimo disse...

Ainda bem que sua passagem pelo clube está no fim

Postar um comentário