quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Que tal recomeçar pelo começo?

O sucesso do Tricolor sempre foi creditado à sua estrutura física e seu corpo técnico.
A manutenção de uma comissão técnica permanente propiciava além de um trabalho com planejamento continuado, a retenção do conhecimento acumulado, tanto científico quanto humano.
A estabilidade nestas áreas estratégicas davam ao clube grande vantagem competitiva.
Essa política foi desfeita recentemente com as saídas de Carlinhos Neves e de Turíbio Leite (respectivamente preparador físico e fisiologista).
E isso teve impacto direto nas campanhas da equipe nesta temporada.
Não acredito que os desfalques decorrentes de seguidas contusões e problemas com a recuperação de jogadores que o clube tem enfrentado não obras do acaso.
Kaká, que vinha sofrendo com contusões e recentemente voltou a jogar bem pelo Real Madrid, veio se tratar no Brasil com Turíbio, hoje no clube Pinheiros. Por que será que não preferiu o REFFIS?
O clube precisa voltar a ter sua comissão permanente com profissionais comprovadamente capacitados não por vaidade, e sim para servir de suporte para a evolução da equipe.
A contratação de profissionais que atuam em áreas vitais para o planejamento de toda temporada não pode depender da vontade do futuro técnico da equipe.
Paulo Paixão, preparador físico do Grêmio e antecessor de Carlinhos Neves na seleção,  é um desses profissionais. Seu contrato com o clube gaúcho está se encerrando e a diretoria não pode deixar passar esta oportunidade de contratá-lo.
Se o São Paulo quiser retomar o caminho do sucesso precisa investir em uma comissão técnica formada por profissionais qualificados em todas as áreas (comando técnico, preparação física, fisiologia e medicina esportiva).
O Tricolor precisa recomeçar pelo começo.

3 comentários:

Anônimo disse...

É o problema do consituismo, da ditadura. JJ, que ja teve meu respeito vai se tornando uma figura patética no cenário esportivo por suas seguidas derrotas nos bastidores e, por que não lembrar, das bobagens vociferadas pelo seu ego. A mais recente, a declaração a respeito de Rivaldo. Não discordo do que ele disse, mas ele tinha que ter dito aquilo para o Rivaldo, em particular, de preferencia com a presença do diretor de futebol e antes do caldo chegar a entornar. Do jeito que foi feito, tornou-se uma baboseira digna das galinhas e leitões. A motivação do Rivaldo certamente não será mais a mesma nessas últimas 10 rodadas mas os vencimentos seguirão sendo os mesmos.
JJ, vai o meu São Paulo não pertence à você!!

Anônimo disse...

guedex, perfeito!

Fernando disse...

concordo plenamente!!!
aliás, eu tenho a convicção que se o SPFC não tivesse desmantelado a comissão técnica as coisas estariam bemmmm melhores, pq desde o começo do ano eh contusao atrás de contusao!!

e eu não sabia dessa de kaká não...o que só serve pra demonstrar mais ainda o estrago que o presidente cachaceiro!

Postar um comentário