segunda-feira, 28 de novembro de 2011

E aí diretoria?


Continuamos esperando um comunicado oficial sobre a mudança do local da partida contra o Santos.
Os rivais já não jogam mais no Morumbi. Nem a Seleção da CBF.
Os shows estão na mira do Ministério Público.
E agora, nós, proprietários do estádio e com um jogo decisivo pela frente, fomos proibidos de atuar em nossa casa.
Vamos aceitar mais esta humilhação?
Vamos mandar o time à Mogi?
Para que?
Para rirem de nós?
Competência já ficou claro que esta diretoria não tem.
Que ao menos tenham vergonha na cara e renunciem por terem colocado o São Paulo futebol Clube no isolamento em que se encontra.

8 comentários:

Anônimo disse...

Acho que a Diretoria deve mandar uma nota dizendo que realizará o jogo no Morumbi, no dia do jogo mandar o time pra lá...Se o Santos vai ou não eu não sei, se o Santos for para Mogi, dará W.O., resta saber pra que lado, o máximo que pode acontecer é perder 6 pontos, já perdemos tantos... perder 6 a mais não vai fazer nenhuma diferença... Daí vamos pra justiça e cancelamos esse campeonato frajuto... Imagina quando o Andrés assumir a presidencia da CBF, nunca mais vamos ganhar nada...

Mario disse...

Se o JJ tivesse um pouquinho de dignidade e realmente fosse SãoPaulino, ele renunciaria.
Deixou de ficar na história do Maior do Mundo pelo Tri-Hexa Campeonato Brasileiro; para deixar esta marca humilhante no nosso tricolor.

Rafael disse...

A única forma de o São Paulo FC deixar de ficar isolado é se tornando mafioso também. Só iludido acredita que haja outra forma além desta.
Sim, Guedex, no fim das contas, você quer que o São Paulo FC se torne mafioso? É isso?
Se não é isso, então pare de chorar pelo São Paulo FC, e comece a mobilizar uma forma de tirar os mafiosos do poder, a criticar que os mantém, principalmente aqueles por omissão, como o MP/SP e a Justiça Estadual e Federal paulista, que até agora não paralizaram as obras do Itaquerão. Isso é que deve ser criticado, e nunca o isolamento do São Paulo FC causado por sua escolha de ser o único clube brasileiro a não ser mafioso.

Guedex disse...

Caro Rafael,

Não quero que o SPFC se torne “mafioso”.
Já ouviu falar em POLÍTICA?
Você mesmo, com certeza, faz política no seu dia-a-dia, seja com seu chefe, com seus colegas de trabalho ou estudo, com sua namorada... enfim.
Fazer política e normal. E vital.

Renato - Dentre os grandes és o primeiro disse...

Guedex,
é isso ai! Como você mesmo já apontou tem diretor que resolveu tirar férias neste momento.
Penso que o JJ perdeu a mão do São Paulo desde 18 de junho de 2009.
Fico feliz que o coro contra ele esteja engrossando.
Abs

Anônimo disse...

É uma vergonha mesmo, até no site oficial já está como local do jogo em Mogi. É isso mesmo Juvenal, obedeça o Andrés senão vai levar mais pau-pau na bunda.

Hernandes911 disse...

Ja falei o SPFC nao deveria entrar em campo não. Como forma de protesto. seria historico, talvez abafaria o possivel titulo gamba. apesar de eu achar que o vasco leva mas essa. e sobre os patrocinadores, se fizerem isso de não entrar em campo TENHO certeza absoluta que dara mais visibilidade do que se entrar em campo em mogi e enfrentar o Santos. seria algo historico no futebol nacional e mundial um time não entrar em campo por causa de sua federação.

Anônimo disse...

o mais estranho é a passividade com que a diretoria aceitou esta imposição absurda da pm e da cbf.

e os custos, diretos e indiretos, criados pela mudança do local do jogo? quem vai arcar com eles? vejam só alguns dos custos:
- aluguel do estádio em mogi
- logística para mogi
- perda de publico (no morumbi, era jogo para 20 ou 30 mil pessoas)
- perda técnica, já que o time vai jogar em um campo desconhecido
- perda psicológica, já que o time joga fora de casa

o são paulo é expulso de sua própria casa enquanto os adversários, que têm um acordo de realizar os jogos entre eles fora da capital, estarão no bem bom no pacaembu. e a diretoria tricolor quietinha...

se a mudança foi imposta, o jeito é aceitar. mas não passivamente e em silêncio. estou decepcionado com a diretoria do são paulo. cada vez mais igual as outras.

Postar um comentário