sexta-feira, 4 de novembro de 2011

SPFC se livra de mais prejuízo com Ricardinho


O São Paulo ganhou ação movida pela família de Richard Staub que cobrava o ressarcimento de R$ 5 milhões que o empresário, dono da Gradiente, teria emprestado ao clube para tirar o meia Ricardinho do arqui-rival SCCP.
Contratado em parceria entre o SPFC e Staub em 2002 após a conquista da Copa Japão-Coréria, a transação foi a maior transferência do futebol brasileiro até então.
O São Paulo conseguiu provar que o dinheiro que Staub colocou na operação ao invés de empréstimo, foi um investimento de risco.

2 comentários:

Domingues disse...

esse foi o maior mico da época;;; pois o cara vivia bichado
pelamor....

Anônimo disse...

O pior é que perto dos micos atuais é "fichinha"... mas na época, além de não resolver dentro do campo, ainda atrapalhou muito o clima... não foram poucos a ficarem com "ciúmes" e adotarem a política do "passa pro trezentinhos que ele resolve..."

Postar um comentário