segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Que venha 2013!


É isso mesmo: 2013. Porque não tenho grandes expectativas para 2012.
Ao que tudo indica, o elenco deverá sofrer grandes mudanças, e como nossos “olheiros” andam meios míopes, não dá para ter certeza da qualidade dos jogadores que desembarcarão no Morumbi. Para a próxima temporada
Teremos que formar um novo time, ou melhor, um time, pois hoje não dá para dizer que tenhamos um. E Isso deve levar algum tempo.
Adalberto Baptista declarou que o perfil que o clube buscará é de jogadores com “a faca entre os dentes” e “sangue nos olhos”. Disse ainda que até sete atletas podem ser contratados.
Se este pensamento persistir, corremos o risco de ter o Felipe Melo como “10” ao invés do Montillo. Acho que não é por aí.
O São Paulo precisa de craques. Um que seja. E não um monte de “xerifões” pernas de pau.
Mas atrair craques para o projeto 2012 não será tarefa fácil, já que não disputaremos a Libertadores (mais uma vez, diga-se).
Além disso, outros fatores poderão ser obstáculo, entre eles, o ambiente pesado, a forte pressão, a cobrança que o elenco sofrerá na próxima temporada e a diminuição de receitas obtidas com o  patrocínio de camisa (que se não se valorizou), a não arrecadação com as partidas da Libertadores no Morumbi, e talvez, até com a proibição de shows no Morumbi.
“Ah, mas tem a verba da TV...” Sim, tem.  
Mas seria importante ter mais. Principalmente quando sabemos que JJ não é muito afeito em por a mão no bolso.
Isso tudo sem falar nas questões políticas, tanto interna, decorrente da re-eleição de Juvenal, quanto externa, com Andrés na CBF e Ronaldo no COL.
Estou pessimista? Pode ser.
Mas também não dá para estar de outra forma depois de mais uma temporada fracassada.

11 comentários:

Marcelo Abdul disse...

Guedex. Resumiu bem tudo.

O São Paulo não necessita de jogadores "sangue nos óio" como disse Adalberto Batista. Precisa de um time que JOGUE BOLA. Que tal contratar um bom meio campo, treinar passes e melhorar o futebol? "Time de guerreiros" tá cheio por aí. Queremos um time de boleiros.

Anônimo disse...

Espero estar enganado, mas também não ponho fé em 2012...
Confesso que não sei dizer se ficar de fora da Libertadores é tão mal negócio assim... Como todo são paulino valorizo muito a competição, mas do jeito que as coisas estão até agora, se fosse pra entrar na pré-Libertadores e ser Tolimado, melhor nem competir... Além disso, quem sabe agora que a situação chegou no fundo do poço (e afundou mais uns 10 metros de m@#$a) quem sabe a diretoria comece a rever e corrigir tudo que fizeram de besteira. Regalias demais, muito "escorpião no bolso", política interna e externa muito mal conduzidas, insistência em evitar contratar gente com multa recisória a todo custo, procurar apenas jogadores "desvalorizados" em fim de carreira ou "meia boca", as recorrentes estadias no REFFIS, desde que desintegraram a comissão permanente, e por aí vai... Vai ser um ano de vacas magras (correndo o risco de piorar muito ao longo do ano, caso não ocorram shows, e o futebol melhore), mas espero que sirva de motivação pra a diretoria reaprender a se articular melhor, e parar de ficar na soberba, focando só em birrinha com o cara de areia mijada...

Anônimo disse...

O SP tem que se livrar urgentemente do JJ e do Leco, nós não precisamos nos sujar como os outro mais não da pra encarar o sistema infelizmente, se a torcida participasse do sócio torcedor poderíamos bater de frente com tudo isso sem problemas, eu pago o mais baratinho e não moro em SP.

Alias guedex, é verdade que o dagoberto pegou os pertences dele no quanto da concentração, limpou o armário dele e foi embora sem se despedir dos funcionários?

Guedex disse...

Não sei, mas não acredito que ele faria isso.

Roberto Jr disse...

Até onde eu vi noticiado, o Dagoberto se despediu no sábado de todos, assim como fez Rivaldo... Declaração do técnico Leão em matéria no Globoesporte.com: "– Esse problema do Dagoberto faz parte das duas diretorias que estão conversando. Eu não tenho nada a reclamar do Dagoberto. Ele já se despediu como se não voltasse mais. Agora, daí para frente eu não posso falar muito – afirmou o técnico Emerson Leão."

Quanto ao time do ano que vem,to pagando pra ver se essa gestão vai conseguir fazer um bom trabalho. Temos que ter jogadores humildes, dispostos a trabalhar. Chega de molecada querendo ganhar rios de dinheiro sem ter ganho nem paulistinha, e ex-jogador em atividade que quer encostar o burro na sombra. Estes podem passar do outro lado da rua... Vamos montar um time como em 2004, revelações aqui do Brasil mesmo que estão dispostos a mostrar seu valor primeiro e cobrar depois... Medalhão da europa não resolverá, apenas se tiver espirito humilde e trabalhador como o Fabuloso. Ao invés de pagar 20 milhoes pra ter Nilmar, que não sei se produzirá, pega os caras bons do interior, isso sim dá resultado.

Tiago Cardoso disse...

O que foi pior no pior ano do Tricolor do Morumbi nos últimos 10 (2002-2011)?

Lembrando que:

***Tricampeão da América e Mundial em 2005;

***Tri-Hexa do Brasileirão em 2006, 2007 e 2008;

*3° lugar no Brasileirão de 2009 e disputando o título até a última rodada;

*Eliminado pelo Internacional na semifinal da Libertadores de 2010, pelo critério do gol fora de casa;

*5 anos perdendo em sequência para times brasileiros na Libertadores:
2006 Internacional - final
2007 Grêmio - oitavas
2008 Fluminense - quartas
2009 Cruzeiro - quartas
2010 Internacional - semi

*3° lugar no Brasileirão de 2004 e eliminado da Libertadores pelo Once Caldas da Colômbia no último minuto da semifinal;

*3° lugar no Brasileirão de 2003 e eliminado nos pênaltis pelo River Plate na semifinal da Copa Sul-Americana;

*5° lugar no Brasileirão de 2002, desclassificado nas quartas de final pelo Santos depois de fechar a fase de classificação em 1°
e eliminado na semifinal da Copa do Brasil pelo time "comparsa da CBF".

- O "golpe estarrecedor" perpetrado pelo Coronoel Juvenal Juvêncio no estatuto do clube;

- Desempenho desprezível do time no 2° turno (12° lugar depois de terminar o 1° turno em 3°);

- A postura covarde nos clássicos;

- Insignificância contra os grandes;

- Falta de atitude, dedicação e repeito dos jogadores pelo grandeza do clube e seus torcedores;

- Jogos vergonhosos dentro de casa;

- Fraqueza nos momentos de decisão;

- Permanecer 28 rodadas no G4 e jogar a Copa do Brasil em 2012;

- 9 jogos consecutivos e mais de 50 dias sem vencer no Brasileirão;

- Ser eliminado nas quartas-de-final da Copa do Brasil pelo Avaí, último colocado do Brasileirão, desperdiçando a primeira chance para se classicar para a Libertadores;

- Ser eliminado nas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana para o Libertad do Paraguai, desprezando a segunda chance de classificação para o torneio continental;

- Amargar a 6° posição no Campeonato Brasileiro, fechando a ano no "fundo do poço".

Alguns jogos que resumem a catástrofe:

12/05 Avaí 3 x 1 São Paulo (Copa do Brasil)
29/06 São Paulo 0 x 2 Botafogo
23/07 São Paulo 2 x 2 Atlético-GO
31/07 São Paulo 0 x 2 Vasco
13/08 São Paulo 2 x 2 Atlético-PR
18/08 América-MG 1 x 1 São Paulo
21/08 São Paulo 1 x 1 Palmeiras
31/08 São Paulo 1 x 2 Fluminense
21/09 São Paulo 0 x 0 Corinthians
02/10 São Paulo 1 x 2 Flamengo
12/10 São Paulo 0 x 0 Internacional
23/10 São Paulo 0 x 0 Coritiba
26/10 Libertad 2 x 0 São Paulo (Copa Sul-Americana)
16/11 Atlético-PR 1 x 0 São Paulo
27/11 Palmeiras 1 x 0 São Paulo

********************

Devemos guardar na memória o ano marcante do nosso líder, herói e goleiro artilheiro:
O Mito Rogério Ceni, responsável por inúmeras façanhas e recordes.

*****Gol 100 - O maior golerio de todos os tempos marcou seu centésimo gol no dia 27 de março, contra o "comparça da CBF'.

***Jogo 1000 - Alcançou o milésimo jogo no dia 7 de setembro, contra o Atlético-MG no Morumbi.

********************

- Esperamos que o Coronel Juvenal Juvêncio reflita sobre suas decisões;

- dinamize condições sustentáveis de trabalho para o Rogério 100ni
capitanear um time aguerrido,
ciente de suas responsabilidades e
capaz de honrar o São Paulo Futebol Clube;

- e que tenhamos um 2012 regular e harmonioso, para glorificarmos nossa tradição.

2011: O pior ano do São Paulo em uma década.

Tiago Cardoso - Franca/SP - 04/12/2011

Roberto Jr disse...

Outra coisa: Não é só dentro do campo que tem que mudar não... preparo fisico do time do SPFC está lamentável... os caras não aguentam correr... lembro que no tri ganhamos jogos nos ultimos minutos pq nossos jogadores eram mais fortes.... hoje fica todo mundo do DM, dificil citar jogadores que conseguiram ter sequencias de jogos razoaveis, sem contusão... ridiculo isso...

Anônimo disse...

Roberto, o nosso DM está perdendo a manha de recuperar jogador, acho que as demissões no reffis são parte disso. Você viu a matéria de hoje que o Xandão foi pego em dopping contra o atlético/pr, imagina se tivéssemos vencido; os pontos já eram.... o que está acontecendo com o SP?

Anônimo disse...

Além de tudo que já foi dito, tem uma coisa que não sai da minha cabeça... o ano passou e não consigo me lembrar de nenhuma virada do SPFC... pelo menos nenhuma importante. Sem falar que esse ano voltou a moda de uns tempos atrás de perder pontos importantes pros lanternas... ô bateria boa essa desse ano...

evandro disse...

Tiago Cardoso - Franca/SP - 04/12/2011, vc esqueceu do chocolate que tomamos dos gambá... ouço merda até hoje! Acho que: SP parou no tempo, diretoria precisa de reciclagem sobre administração esportiva. Futebol é um ambiente sujo, nariz empinado não ajuda em nada, é preciso nadar na lama como todos, estamos brigados com o todo poderoso RT e o coco de cachorro do Andres Sanches, agora tem o travesti do Ronaldo no COL da copa, e a Globo não creio que tenhamos bons contatos, graças as divergencias com RT e A. Sanches. Nos últimos anos, criamos divergencias, ciúmes, inveja e até ódio, por causa de vitórias e títulos. Deveríamos ter nos "blindado" e não agir de forma arrogante e prepotente como a direção do SP fez. Finalizando, vamos nos ferrar mais em 2012, mudanças na postura do time e um elenco voltado ao futebol apenas quando JJ e seus capangas deixarem o SP. Não coneço pessoalmente e nem a história do MAC, mas gostaria de velo na presidencia.

Eder disse...

Time que jogue bola nós já temos, falta sim raça, garra e vontade de ganhar nesse elenco (com exceção do M1TO que não gosta de perder) o resto é um bando de moleques mimados. Quem venha, não 1 mas 2 ou até 03, Felipe Melo e mais uns 03 desse estilo. Prefiro ele do que o frangueiro do Julio Cesar que falhou feio no jogo contra o Holanda e quem pagou o "Pato" foi o Felipe.

Postar um comentário