quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Briga de foice por patrocínio


Quatro dos cinco clubes com  maior torcida do Brasil estão atrás de patrocínio para a temporada 2012: Palmeiras, Flamengo, São Paulo e SCCP.
Tamanha fartura de espaços disponíveis deverá tornar a obtenção dos valores pretendidos bastante complicada, mas se as expectativas dos clubes forem atingidas, o valor total pode chegar R$ 115 milhões.
O Palmeiras está pedindo R$ 20 milhões (recebia R$ 26 milhões por um ano e meio) e como até agora não conseguiu interessados está negociando com a Fiat um patrocínio “tampão” até o final do Campeonato Paulista no valor de R$ 3 milhões.
Pesa contra a equipe de Parque Antártica a ausência na Libertadores e a falta de um time competitivo ou um grande astro que atraia mídia, principalmente agora com a aposentadoria do Marcão. Além disso, como estádio está em obras o clube não pode oferecer a publicidade estática como “plus” aos patrocinadores.
No Flamengo o que parece afastar as empresas é a falta de seriedade que o clube passa ao público com os constantes atrasos de salários e o comportamento de alguns de seus jogadores.
Em 2011 mesmo tendo contratado Ronaldinho Gaúcho e com o descarado apoio da “grande mídia” o clube só conseguiu patrocínio nos quatro últimos meses do ano após a intervenção de Ronaldo Fenômeno.
Como a bagunça administrativa ainda persiste na Gávea e Ronaldinho Gaúcho ameaça deixar o clube por causa de uma dívida de quase R$ 4 milhões, nada indica que o objetivo de arrecadar R$ 30 milhões com o patrocínio master seja atingido. Um facilitador pode ser a passagem pela fase da pré-Libertadores.
A situação do São Paulo também não fácil uma vez que há dois concorrentes na praça paulista e o clube terá a exposição prejudicada pela ausência na Libertadores.
A favor do Tricolor está o fato de Luis Fabiano ainda poder ser considerado uma novidade, o que deve atrair mídia, e também o fato do clube poder oferecer publicidade estática no Morumbi. O clube planeja atingir a marca de R$ 25 milhões com o patrocínio principal.
O SCCP é o que aparentemente tem a situação mais confortável já que o patrocínio da Hypermarcas vai até o final do paulista, porém é pouco provável que o novo contrato atinja os mesmos R$ 40 milhões do atual uma vez que Ronaldo Fenômeno não veste mais a camisa do clube de Parque São Jorge.
O vencedor desta disputa por patrocínio será do clube que tiver o melhor time. De marketing. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário