quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Quem fracassou foi o time e não o CFA de Cotia


Após a eliminação prematura do time Sub-18 na Copinha, o trabalho em Cotia voltou a ser questionado por algumas pessoas.
Evidentemente, ficar fora da competição ainda na primeira fase não passava pela cabeça de ninguém, mas também não podemos desqualificar o trabalho feito no CFA.
O time uma fez campanha ruim porque também é ruim. E para ajudar ainda houve a troca de comando às vésperas da competição.
Por um lado até foi bom porque já tinha torcedor achando que o atacante Ademilson e o lateral Lucas já tinham condições de brigar pela titularidade na equipe principal.
A desclassificação pegou mal? Claro que sim!
Mas não podemos esquecer que a função principal do CFA de Cotia, como o próprio nome já diz, é formar atletas.
A eliminação apenas mostrou que essa “safra” não é tão boa. Nada mais.
O Flamengo, campeão na edição passada, também foi eliminado.
O importante, e ao contrário do que alguns querem fazer crer, é que o trabalho em Cotia está sendo bem feito, basta ver que em 2011 o clube conseguiu transformar as promessas Lucas, Casemiro, Wellington e Uvini em jogadores com mercado no Brasil e no exterior.
Que clube conseguiu algo semelhante? Quantos milhões de euros esses quatro garotos valem hoje?
Num passado recente já critiquei o CFA e principalmente a falta de integração entre os CT da Barra Funda e o de Cotia, mas hoje esse problema parece ter sido resolvido, e prova disso é que Leão e Milton Cruz estiveram presentes em todas as partidas da Copinha.
O CFA é perfeito? Não. Tem jogador marrento e acomodado com as mordomias? Tem. Mas isso tem em qualquer lugar, em qualquer grupo.
A verdade é que por mais que alguns não  se conformem e até torçam contra, o Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, é um sucesso.

Em tempo: Fiquei puto com a eliminação de ontem!

7 comentários:

Anônimo disse...

Safra não é tão boa?

Há campeões mundiais da categoria, além de outros torneios internacionais e nacionais, campeões paulista sub 20, caso do Ademilson que ainda tem 18 anos, também não é assim...

Fizeram uma jornada ridícula na Copinha, porém não passa disso, dois jogos infelizes que custaram a vaga para a segunda fase.

Muita calma nessa hora, tem muita gente confundindo, misturando o time profissional do ano passado com esse grupo de garotos, estamos a um passo de fritar TODOS o rapazes por isso.

Depois reclamam que precisa de tempo para os atletas da base...

Anônimo disse...

concordo contigo. cotia é imprescindível.

o problema é que tem algo errado com o processo de formação dos atletas. a molecada não tem vontade! ontem, tirando aquele lucas farias, não vi ninguém do tricolor se esforçando de verdade.

os entendidos deveriam pensar em alguma forma de fazer a molecada ter mais vontade. tenho umas sugestões: disputar amistosos contra times profissionais, disputar a segundona do paulista com um são paulo b, integração com o time de cima...

Guedex disse...

Anonimo,
quando disse que a safra não é boa me referi a este time que disputou a Copinha.

Alan D'Avila disse...

O que não pode é apatia na hora do jogo, eles têm tudo do bom e do melhor que o clube oferece, tem que dar retorno;
concordo com você, o problema foi o time, não Cotia, mas como formador, o SPFC tem também a sua parcela de culpa, pequena nesse caso, mas tem.

Xandão disse...

É o mesmo problema do profissional se refletindo na base: Apatia.

Não entendo pq no SPFC isso acontece. Na real entendo. É igual mulher: Se vc trata ela super bem, faz tudo que ela quer e tal, ela te trata igual cachorro. Agora, se vc pisa, sacaneia, trata mal, ela te trata como um prícipe.

É do ser-humano, infelizmente!

Abraços!

Guedex disse...

Ah, se a Dona Patroa lê isso Xandão...

Xandão disse...

Guedex... eu falo isso pra ela pq eu sou dos bonzinhos!!! hau auhuauhahauhuahuhau hauhuahu hau

Postar um comentário