sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Serviço feito. E olhe lá.


Como já disse antes acho meio “sacal” comentar o resultado das partidas, mas o jogo de ontem merece algumas observações:
Ganhamos de um adversário frágil, que perdeu um pênalti e meteu uma bola na nossa trave.
Sem entrar no mérito se o juiz foi rigoroso, pois sempre estaremos sujeito a isso, a verdade é que tivemos dois jogadores expulsos numa partida que deveria ser tranquila.
O futebol apresentado ontem serviu para ganhar do Paulista, mas não seria suficiente para ganhar de uma equipe com maior qualidade e tradição.
Também achei exageradas algumas declarações após a vitória. Quero ver ganhar clássico!
Outra coisa que é preciso registrar é que Paulo Miranda, novamente, perdeu o tempo da bola no lance de sua expulsão, e quando esse tipo de erro acontece o resultado geralmente é trágico.
Salvo uma atuação desastrosa, acredito que Edson Silva entrará na equipe e não saída mais.
E na partida de ontem teve também um tal de Willian José.
Um atacante de apenas 20 anos, que boa parte da torcida que ontem gritou seu nome, queria longe do Morumbi.
Assim como já quiseram ver longe Henrique “o mercenário”, Casemiro “o marrento” e Lucas “o pipoqueiro”...
E o pior é que depois pedem para o clube prestigiar os garotos da base.
Essa parcela da torcida não tem paciência com os garotos que estão subindo e que enfrentam um mundo totalmente novo no profissional, onde passam a enfrentar, além de “macacos velhos”, atletas com porte físico muito mais desenvolvido.
É preciso apoiar na baixa, na alta é fácil.
Ao Willian apenas um conselho: deixe de comemorar seus gols com o gesto de uma das torcidas. Comemore com todos os torcedores e com todas as torcidas do São Paulo Futebol Clube

2 comentários:

Golberi disse...

Concordo, principalmente com a comemoração do gol. Somos uma nação, não um bando.

Régis disse...

Guedex, o Paulo Miranda não só é ruim, como é uma piada como zagueiro.
Lembra daquele zagueiro Juninho que veio do Botafogo/RJ, que foi execrado no Morumbi por ter só 1,83 de altura? Então, o Paulo Miranda só tem 1,80.
E isso faz toda a diferença. No jogo contra o Paulista, ele foi enganado pelo quique da bola e por ser muito baixo para a função, teve que fazer a falta e foi expulso. Cometeu o mesmo erro contra o Comercial, no lance do gol deles. Ruim demais.
O pior é que sai apadrinhado e entram novos apadrinhados no Morumbi. O Paulo Miranda parece ser mais um.
Pelo menos, a expulsão dele nos ajudou até ele cumprir a suspensão.

Postar um comentário