quarta-feira, 18 de julho de 2012

Oscar: Houve perdas, mas não para o SPFC

Muitos jornalistas estão dizendo que o SPFC teve um enorme prejuízo com o desfecho do caso Oscar, querendo tornar verdade a mentira de que o Tricolor fez o pior negócio da história.
Então vamos lá:
  • O Chelsea estaria oferecendo R$ 80 milhões pelo meia;
  • Desse montante, metade pertence a “investidores”. Sobram portanto, R$ 40 milhões para o Inter;
  • Desses R$ 40 milhões o clube gaúcho tem que pagar R$ 15 milhões ao SPFC. Restaram R$ 25 milhões;
  • Como clube formador o Tricolor tem direito a aproximadamente 3% do valor total da transação, ou seja. mais R$ 2,4 milhões, e o Inter e os “investidores” pagam R$ 1,2 milhões cada um.

Ao final, o resultado financeiro da operação é:
  • Internacional: R$ 23,8 milhões
  • São Paulo: R$ R$ 17,4 milhões
  • “Investidores”: R$ 38,8 milhões

O SPFC perdeu dinheiro? Sim. Mas não levou esse enorme chapéu de estão dizendo. Não fez o papel de bobo  que estão querendo passar.
Esses jornalistas (?) omitem que o SPFC recebeu mais de R$ 17 milhões por um atleta que estava fora do clube há quase dois anos, um jogador que praticamente não tinha jogado na equipe principal. Um juvenil!
“Ah... mas olha hoje! Veja como ele se valorizou! Hahaha!”, dirão eles.
Imputar prejuízo financeiro ao São Paulo pela valorização do Oscar é tão absurdo quanto dizer que o Fluminense teve prejuízo porque vendeu o Thiago Silva por “X” milhões e agora o Milan o vendeu ao PSG por “XXX” milhões!
Mas esses fatos eles não falam...
Esses “jornalistas” deixam-se levar por suas paixões clubísticas. Nada contra (afinal também me deixo) não fossem eles JORNALISTAS!.
E diplomados, como tanto fizeram questão. Estudar tanto para isso?
Ao invés de cumprir seu papel de informar, esses “jornalistas” fecharam os olhos para a confirmação do grande risco que corre o futebol brasileiro: oportunistas lesaram um clube que investe milhões na formação de jogadores que alimenta o negócio futebol. Negócio do qual esses “jornalistas” também vivem.
Nessa história o São Paulo apenas deixou de ganhar mais. Quem perdeu foi o futebol brasileiro.



Atualizado às 12:25
Muito leitores tem questionado a conta acima, lembrando que dos R$ 15  milhões pagos pelo inter, R$ 10 milhões vieram de investidores (BMG). Sim, é verdade.
Por outro lado, o Inter já havia pago € 3,5 milhões ao Oscar quanto fecharam contrato.
Então os valores do Inter ficaram assim:
Receberá: R$ 40 Milhões
Pagou: R$ 5 milhões + € 3,5 milhões + R$ 1,2 milhões
Esses novos números não mudam o principal: oportunistas aplicaram um golpe no futebol brasileiro.

Obs 1: Nós nunca saberemos quais os valores e participações reais desta operação
Obs 2: Minha opinião sobre esse esse caso é de que o SPFC deveria ter ido até as últimas conquencias.


Atualizado em 19/07/2012 09h50
Segundo a Folha, na estimativa da diretoria tricolor o São Paulo lucrou R$ 4 milhões a mais que o Internacional na (provável) venda de Oscar para o Chelsea.
Os gaúchos teriam gastado R$ 25 milhões para segurar o meia: R$ 10 milhões dados ao empresário Giuliano Bertolucci quando Oscar desembarcou no Beira-Rio, mais os R$ 15 milhões do acordo com o São Paulo.
O Inter também teria que repassar R$ 2 milhões para o SPFC a título de clube formador.
Então:
Inter: R$ 40 milhões - R$ 25 milhões - R$ 2 milhões = R$ 13 milhões
SPFC: R$ 15 milhões + R$ 2 milhões = R$ 17 milhões

Seja íntegra da matéria clicando aqui

15 comentários:

Anônimo disse...

Vc esta esquecendo da grana que o inter pagou por metade do Oscar (não foi algo em torno de 5 milhoes)?

Dai a conta muda um pouco


->Internacional: R$ 18,8 milhões
->São Paulo: R$ R$ 17,4 milhões
->“Investidores”: R$ 43,8 milhões

Mario disse...

Concordo plenamente com você.

Quero que ver se o tal do JK, vai postar sua opinião no bloguinho dele. Bloguinho que eu deixei de ler, justamente por causa da defesa insana que o dito cujo fez para o Oscar.

J Miguel disse...

Os números não mentem, análise perfeita. Só faltou incluir os custos (processuais + advogados + `outros`) que o Inter teve para conseguir o jogador em PA.

Anônimo disse...

E ainda tem o valor que o Inter pagou para comprar 50% dos direitos econômicos do Oscar no começo de tudo. Que foi R$ 7,2 milhões. Ao todo, Internacional só lucrou R$ 16 milhões. O São Paulo lucrou mais que o Inter, no final da historia. Então, CHUPA INTER! E CHUPA OSCAR!

Guilherme disse...

o internacional já não tinha pago uma certa quantia por 50% dos direitos federativos desse cidadão? se sim a conta acima não está correta...
abs,
guilherme

Mario disse...

Guedex,

Meu comentário não foi aprovado ?

Alan D'Avila disse...

Como eu disse no meu comentário anterior, você Guedex, no meu ponto de vista, está sendo muito feliz nas suas críticas escritas, se assim posso chamá-las, pois talvez as charges possam ser consideradas críticas também.
Apenas discordo que o São Paulo deveria ter ido até as últimas consequências, o "Caso Oscar" estava fazendo mal ao clube que perdia tempo, dinheiro e prestígio com aquela briga toda.
Se o Oscar fosse atleta do SPFC creio que ele não estaria tão valorizado, pois vários técnicos daquela época (Muricy e alguns sucessores) não o colocavam para jogar.
O Inter se deu bem, mas foi ele quem revelou o Oscar para o futebol profissional, no tricolor ele só jogou no fraldinha.

rodrigo disse...

Excelente! Penso da mesma forma. Infelizmente quem conta essa mentira é o pior "jornalista", o Sr. Juca Kfouri, que não sei por qual motivo de uns tempos pra cá, só ataca o SPFC. Ainda bem que o Sr. Juca Kfouri é muito burrinho, vendo alguns comentários em seu blog vejo que alguns leitores tem uma leitura sobre os fatos muito melhor que a dele.

Guedex disse...

Mario,
Só recebi o teu comentário do Fantasy Manager, que está publicado.
Será de cometi uma "dedada"?
Qual foi o outro?

Guedex disse...

MARIO acabei de "achar"
Não sei porque não recebi o aviso deles na minha caixa de entrada.
Foi alguma falha no blogger, desculpe.
Estou publicando e seu e outros que também estavam perdidos

Mario disse...

Valeu, Guedex. Abs.

Anônimo disse...

Com essa justiça ir a última consequências???

Hahaha...

Era capaz de sair sem nada, a quadrilha tinha o apoio de ministro do Trabalho, imprensa falando que o judas era escravo, políticos do sul no meio... só aí dá pra imaginar o cenário. O que estava nos autos não valeria nada, a campanha: "Coitadinho do O$car" tinha pegado.

.

.

.

Helder

Anônimo disse...

Guedex,

A conta é bem mais simples que isso. Se o Oscar fosse um sujeito honesto e tivesse saído da forma correta, ele, o Oscar, teria desembolsado cerca de 7 mihões de reais na época da saída. Logo qualquer coisa acima disso é lucro para o São Paulo e dinheiro que eles (Oscar e sua gang ) deixaram de ganhar.
Lógico que o guri vale muito mais que isso agora, mas a parte do São Paulo seria essa.

A pressa do inter em se disfazer do guri mostra também que entenderam lá também que o moleque é uma jararaca.

Acho lamentável é a posição do Juca que de uns tempos pra cá está perdendo as estribeiras. Além de defender o Oscar e tentar minimizar o ganho do SPFC, ultimamente o Juca deu para enaltecer a conquista da casa própria corintiana... Pra você ver com as pessoas são na realidade.

Xandão disse...

Nesse clube de "jornalistas" a que vc se refere, está o Juca? Pelo que vejo, o caso Oscar balançou a "relação" de vcs eim!!! hua uahu hau hua

Bom, de qq forma, concordo com vc que o Juca viaja quando defende o tal Oscar. Não sei como ele não percebe que isso é um tiro no pé de TODO o futebol nacional!

Quanto aos ganhos do SPFC, eu gostaria que o Oscar tivesse no clube e jogando, afinal, ele é um EXCELENTE jogador. Mas se não quer, que vá e os valores que embolsaremos está passando de bom.

Agora, gostaria de ver a cara dos colorados que ficaram maravilhados com as "declarações de amor" do traíra pelo Inter e que depois de 2 meses desapareceram. Bem feito pra deixarem de serem TROUXAS!!! E mais, além de trouxas, ficam com a fama de DESONESTOS. Não sei como isso repercute entre a cartolagem, mas imagino que deva ser EXTREMAMENTE negativa a repercussão...

Abraço!

Ajjax disse...

Concordo plenamente. Dadas as circunstâncias, foi um bom negócio. Tivesse insistido na ação judicial, o São Paulo não teria o atleta de volta e correria o risco de ver um atleta em início de carreira condenado a indenizar o clube (o Inter não era réu no processo).

Postar um comentário