sábado, 9 de fevereiro de 2013

Pirata é pirata

Clique na imagem para ampliar

Henán Barcos, o "Pirata", troca Palmeiras pelo Grêmio.

3 comentários:

Regis/SP disse...

A pequenez do Palmeiras de Desportos pode ser medida pela estupidez de seus dirigentes (com a aprovação da torcida), mais uma vez passados para trás.
Agora, um dos motivos para essa negociação esdrúxula foi que o clube devia para o Barcos e para a LDU.
Só que o Palmeiras foi um dos aderiu ao boicote ao Morumbi proposto pelo dirigente de um outro time. O boicote nem foi ideia dos palmeirenses, mas eles acharam 'boa' a ideia.
Pois bem, um dos efeitos disso foi o Palmeiras ter arrecadado na semi e final da Copa do Brasil no ano passado menos de R$ 3 milhões por ter jogado seus jogos em casa em Barueri.
O São Paulo na semi e final da Sul Americana com um valor de ticket médio inferior ao do Palmeiras na Copa do Brasil, arrecadou quase R$ 4,5 milhões nos dois jogos disputados no Morumbi.
Quanto era mesmo que o Palmeiras devia para o Barcos e para a LDU?
Se eu fosse torcedor da Lusa ficaria p da vida por ser comprado com eles.

Guedex disse...

É por aí mesmo Régis,
Pior dio que ter virado marionete de sua diretoria, o Palmeiras virou de da de outro clube.
Que vão chorar pro Andrés agora

Anônimo disse...

Gosto de ver atletas criando vinculo com clubes, mas não acho certo cobrar isso, deve ser algo espontâneo. Afinal, para o cara isso é um trabalho e a carreira é curta.
O cara joga no Palmeiras e pode ser torcedor do Boca ou do River, sei lá. Não deram chance para ele no clube porque ele é simpático ou palmeirense, mas porque tem talento. Ora, tivesse jogado mal, teria sido demitido sem cerimônia e ninguém criticaria o clube por isso.
Só lamento ele não ter sido contratado pelo São Paulo...

Postar um comentário