quarta-feira, 29 de maio de 2013

¿Por qué no te callas Adalberto?


Novamente o diretor de futebol Adalberto Baptista se envolve em polêmica completamente desnecessária, desta vez com Emerson Leão.
Não vou entrar no mérito da questão entre o cartola e o técnico, mas penso que a cada dia Adalberto Batista demonstra ser o candidato menos preparado para exercer a presidência do clube.
Será que é tão difícil os cartolas do tricolor (todos eles) entenderem que suas atitudes e declarações impactam, positiva ou negativamente, na imagem da instituição?
Adalberto transmite hoje uma imagem da qual o clube precisa urgentemente enterrar: a da arrogância e a autoritária.
Tenho evitado comentar sobre a sucessão de JJ porque nenhum dos possíveis candidatos apresentados até o momento me agrada. Sim, isso inclui o Marco Aurélio Cunha.
Mas isso é um assunto que tratarei mais tarde. O certo é que assim como JJ é o responsável pelos desacertos no departamento de futebol, uma vez que aqueles que lá estão foram escolha dele, os conselheiros serão os responsáveis pela direção que o São Paulo Futebol Clube tomará nos próximos anos.

Um comentário:

Regis/SP disse...

O Adalberto só se manifestou porque dias atrás Leão deu uma entrevista dizendo, mais ou menos, que o MAC era a salvação do São Paulo. Assim, o Adalberto e seu tropa começaram e continuarão a desqualificar todos aqueles que elogiarem o MAC.
Engraçado que a diretoria não teve essa mesma pro atividade para reclamar da troca do árbitro do jogo contra o Atlético e nem o fato da arbitragem do primeiro jogo ter sido para lá de tendenciosa.
Não gosto do Leão, mas neste caso, para mim, ele não errou em nada sobre o atual diretor do São Paulo.

Postar um comentário