segunda-feira, 22 de julho de 2013

O círculo se fecha


Se é que ainda faltava algo para que a gestão de Juvenal Juvêncio fosse taxada como uma ditadura, não falta mais.

Atos como o exercício autoritário do poder, o aumento do tempo de mandato, a segunda reeleição através de manobra jurídica, a subjugação do colégio eleitoral e a quase aniquilação dos opositores, estão agora apoiados por uma "força especial de segurança": os "paratorcedores".

Os últimos acontecimentos envolvendo torcedores "organizados" e torcedores "comuns", inclusive dentro da área social do clube, é mais um fato a se lamentar ocorrido nessa administração.

Em tempo: O Blog é apartidário, e portanto, repercutirá informações (boas ou ruins) de ambos os lados.

5 comentários:

Bugger disse...

Uma vergonha essa torcida dependente se aliar ao ditador que esta afundando o time.
Parece piada.

Rogério ::: ... ... disse...

Se o Juvenal se amparava em um discutível subterfúgio jurídico para ocupar o cargo de Presidente do SPFC agora ele perdeu toda a legitimidade.

Se ele tivesse um mínimo de dignidade anteciparia as eleições de abril.

Vendo a um vídeo que está disponível no UOL (http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/07/22/video-mostra-confusao-entre-torcedores-do-sao-paulo-e-juvenal-em-evento-no-clube.htm) me pergunto: o que falta para o SPFC virar CÚrintias? Não o de hoje, mas o de 2007 que foi rebaixado.

Realmente chegamos ao fundo do poço. Triste será descobrir que este fundo é falso e que teremos que descer mais um pouco.

Roberto Jr disse...

E eu que achava que isso só acontecia na marginal sem número... que inocencia... como na politica, tudo farinha do mesmo saco...

SPFC virou (ou sempre foi) clube/time comum... nada de moderno, nada de vanguarda, nada de elite...

Anônimo disse...

É triste e ninguém pede fazer nada, nem eu que moro longe de SP, nem os torcedores da capital; pois rede social não tem força jurídica.

Eduardo SP disse...

É o retrato do autoristarismo e do abuso de poder. #renúnciajáJJ Parabens Guedex

Postar um comentário