quarta-feira, 16 de julho de 2014

Esquadrão no papel, chegou a hora de voar!

Clique na imagem para ampliar



Há muito tempo o Tricolor não reunia tantos fatores positivos para conquistar um campeonato, a começar pelos novos ares que sopram com o recém empossamento desta diretoria, que me parece mais focada na conquista de títulos do que em (importantes) questões patrimoniais.
Nesse retorno do Brasileirão Muricy Ramalho, técnico de currículo inquestionavelmente vencedor,  terá a sua disposição um elenco com o melhor centroavante do país, um  meio-campista com incrível capacidade técnica, o indispensável exemplo de raça e dedicação do sangue uruguaio e o retorno, ainda que provisório, de um craque de nível internacional.
Muricy terá ainda um banco com alguns atletas que seriam titulares em qualquer outro time no Brasil, e embora a contratação de um volante de contenção fosse desejável, essa necessidade pode ser preenchida com a mudança de posicionamento algumas peças.
Nem mesmo um fator aglutinador nos falta neste restante de temporada: serão os últimos jogos antes da despedida do maior ídolo da história do clube, e a melhor forma de homenageá-lo é dar-lhe uma nova taça para erguer.
Mas, claro, tudo isso está apenas no papel e só no final do ano saberemos se a esta folha virou um avião ou uma bolinha no cesto de lixo.
VAMOS SÃO PAULO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário