quinta-feira, 3 de novembro de 2016

"Cunhas" e "Renans" no Conselho Deliberativo?

Clique na imagem para ampliar


O Blog do Menon trouxe hoje uma informação que me deixou preocupado (para não dizer puto!): A comissão do novo estatuto terá um ano para analisar a adoção do voto secreto no Conselho Deliberativo. 
Acho a simples proposta dessa prática um tremendo absurdo para um estatuto que teria a finalidade de colocar o clube na era da profissionalização, modernidade e transparência.
Aquele que elege (e também a torcida que sustenta o clube) tem o direito e a obrigação de saber como seu representante vota. 
Se o conselheiro não tem culhões para assumir suas posições, então não serve para  fazer parte de um órgão tão importante. 
Mas, vinda do Abílio Diniz, a "proposta" não me surpreende.
Qual São Paulo Futebol Clube que queremos: O da transparência ou o dos conchavos?


Nenhum comentário:

Postar um comentário