terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Quem liga?

Clique na imagem para ampliar




sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

O Pratto e a vontade de comer

Clique na imagem para ampliar







Que este ano o filme não se repita

Mais uma temporada começa e cá estamos nós novamente cheios de expectativas pelo filme que começará a ser rodado. 
Que seja uma história sem dramas e o terror do rebaixamento nos rondando,  que o planejamento não vire ficção e que o desempenho do time não seja a comédia que foi no ano passado. Que não sejamos somente campeões de bilheteria e sim o ganhador de alguma "estatueta".
Se a produção ainda deixa a desejar ao menos a direção está a cargo de alguém premiadíssimo. Que o roteirista saiba explorar ao máximo as qualidades do elenco e que uma nova estrela se revele.

O Inimigo Mora ao Lado (Raí)
Seja bem-vindo e trabalhe pelo São Paulo Futebol Clube
Rái pediu que a torcida confie nele e certamente será atendido, mas será que ele pode confiar no Leco? Eu não confio.
Com certeza algumas decisões (boas e ruins) já haviam sidos tomadas quando Raí assumiu a Diretoria Executiva de Futebol, vamos ver se deixarão ele implantar suas idéias.

A Profecia (Hernanes)
Enorme perda. Estava escrito que isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde porque Hernanes não abriria mão do salário de R$ 2 milhões recebidos do clube chinês, afinal ele é "o Profeta" e não "o Louco". O que ficou ruim nessa história é a diretoria ter "escondido" a possibilidade, prevista em contrato, dele cumprir apenas seis meses do empréstimo.  Hoje o clube se justifica dizendo que "se não houvesse essa cláusula ele nem teria vindo e nos ajudado na luta contra o rebaixamento". Ok, uma explicação convincente e que seria entendida pela torcida assim como foi com o Calleri que também veio com "prazo de validade" curto. Porque então essa informação foi escondida? O que mais essa administração está escondendo de nós, torcedores?

Todos os Homens do Presidente (Maidana)
O "zagueiro do presidente Aidar" (que saudade do outro zagueiro e do outro presidente...) foi emprestado ao Atlético-MG até o final deste ano, data que também se encerra o vinculo com o SPFC. Ou seja: já era. Os quase R$ 2,5 milhões pagos por sua contratação foram jogados no lixo, a "administração Leco" não foi capaz nem sequer de trocar o jogador por meia dúzia pão de queijo. 
Maidana tinha sondagens do Fluminense, Internacional e Botafogo, além do Galo, e já que o orçamento prevê a necessidade de faturar R$ 90 milhões com venda de atletas neste ano, porque liberar jogador de graça? Fora a perda técnica, pois, ao que consta, o garoto foi destaque pelo Paraná Clube, na Série "B". 

O Lodo de Wall Street (Diego Souza)
Achei a contratação do atacante muito boa, porém cara para um jogador de 32 anos que estava em seu último ano de contrato. O Sport fez tudo certinho: aproveitou o "desespero" do SPFC e faturou alto com um atleta que em pouco tempo não lhe daria nenhum retorno financeiro. É o custo que se paga por uma administração que planeja mal e nos últimos anos tem ido ao mercado sempre no afogadilho.

A Negociação (Pratto)
Seria bom se continuasse no Tricolor, mas ao que parece sua venda ao River Plate já está sacramentada, resta saber os termos da venda. O SPFC não pode receber menos do que pagou pelo atleta. Que o clube tenha aprendido com o Sport: "Quer o meu jogador, pague o meu preço". E não me venham com esse papo furado de que "quando o jogador quer ir embora não dá para segurar" BALELA! Papo para enganar torcedor.

Férias do Barulho (Cueva)
Grande jogador, péssimo profissional. Teve 30 dias para seus compromissos comerciais. O peruano não está nem aí com os companheiros e com o clube que lhe paga os salários.  Não vou fazer campanha por sua saída porque hoje precisamos dele, mas tomara que venha uma boa oferta depois da Copa e que o clube se prepare para a reposição

Bom, por enquanto é isso. Silêncio na estúdio e...  LUZ, CÂMERA, AÇÃO!